O ônibus elétrico do Tarifa Comercial Zero foi alvo de vandalismo nesta segunda-feira (28/10). Um sujeito ainda não identificado atirou uma pedra contra o pára-brisa do veículo, que estava na Vila Santa Cecília, próximo ao Hospital das Clínicas.

O ato de vandalismo ocorreu quando o veículo transportava vários passageiros, atingindo o motorista Gláucio Queiroz e a monitora Naira de Almeida, que sofreram cortes nos braços e pescoço.

O prefeito Samuca Silva lamentou o ocorrido e disse que a Polícia irá investigar o ocorrido.

- É uma pena o Tarifa Comercial Zero ser alvo desse tipo de vândalismo. O ônibus elétrico é um patrimônio da cidade, dentro de um projeto específico para transportar de graça a população nos centros comerciais. É para o povo. Vamos investigar com rigor e chegar nos responsáveis - lamentou Samuca.

Em virtude do ocorrido, o ônibus elétrico que circula fazendo a linha 2 (que interliga o Retiro, Aterrado, Amaral Peixoto e São Geraldo) irá também fazer a linha 1. Dessa forma, os horários das rotas estão sujeitos a variações.

O veículo foi levado para 93° Delegacia de Polícia e ficará fora de circulação até que sejam feitos os consertos necessários, garantindo assim a segurança dos usuários.

Diante do ocorrido, a administração municipal em parceria com a Guarda Municipal e a Policia Militar estão analisando as imagens das câmeras do ônibus buscando informações que possam levar a autoria do responsável, para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

 Secom VR