Mais de 380 funcionários públicos estão trabalhando ininterruptamente desde o fim do temporal

 

Em reunião com um grupo de secretários, na tarde desta quarta feira, dia 16, logo após o vendaval, o prefeito Samuca Silva, determinou que toda a estrutura da prefeitura fosse destinada para apoiar na limpeza da cidade e para restabelecer a fluidez do trânsito o mais rápido possível.

 

“Tive a informação do Toninho Oreste, nosso secretário de infraestrutura, no fim da manhã de hoje (quinta feira), de que até então, já tinham sido desobstruídas 53 ruas e avenidas na cidade, dando mais fluidez ao tráfego. Também fui informado pelo Leandro, coordenador da Defesa civil, que não houve vítimas, nem desalojados e nem desabrigados, o que era, até então, a nossa maior preocupação. Os trabalhos agora são destinados à limpeza da cidade”, disse Samuca Silva.

 

Ainda segundo dados da Defesa Civil, em pouco mais de 20 minutos por volta das 17h de ontem, os ventos atingiram quase 90 km/h, e foi canalizado geograficamente através do ‘Vale do Paraíba’ que corta cidades como Resende, Barra Mansa e Volta Redonda.

 

“Já havia anos que a região não sofria com uma corrente tão forte de vento como essa que ocorreu na tarde desta quarta feira. Nem choveu tanto. Forma 9mm de chuva, muito baixo na questão de chuva, mas a concentração na velocidade e na força do vento, foi surpreendente, derrubado cerca de 50 árvores entre os bairros Ponte Alta e Jardim Amália, incluindo Conforto, Vila Santa Cecília e Centro, foram os mais atingidos”, explicou Leandro.

 

O secretário de Infraestrutura, Toninho Oreste, informou que 350 funcionários, com ajuda de retroescavadeiras, caminhões e motosserras, estão atuando na limpeza das ruas desde a madrugada de a de quarta feira. “As equipes de poda, capina e roçada estão trabalhando juntas para que a cidade retome a normalidade e não vamos parar de trabalhar, principalmente essa época do ano, quando esses temporais são mais frequentes”, disse, informando ainda que até os profissionais de varrição da empresa Pioneira, foram deslocados para os bairros mais atingidos pelo vendaval como Vila Santa Cecília, Conforto, Centro, Eucaliptal e Jardim Amália. 

 

O funcionário da equipe de poda de árvores da Secretaria de Infraestrutura, Merin do Nascimento, foi um dos que trabalhou durante a madrugada, e estava durante a manhã com uma equipe no bairro Jardim Paraíba. “Atuamos durante à noite e madrugada para desobstruir as vias e agora estamos cortando as árvores e removendo todo material verde”, explicou, lembrando que também esteve na Vila Santa Cecília e Conforto.

 

A moradora do Jardim Paraíba e funcionária de uma clínica veterinária que fica no mesmo bairro, Tatiana Gomes Rodrigues, ficou impressionada com a rapidez na liberação da rua. “As árvores caíram no final da tarde e interromperam a passagem dos ônibus pela Rua 537. Porém, por volta das 19h, a equipe da prefeitura já atuava para restabelecer a passagem”, afirmou, acrescentando que a equipe voltou logo no início da manhã para retirar o restante das árvores do local.

 

SAAE VR

Segundo diretor-presidente do Saae, José Geraldo Santos, o Zeca, em decorrência do forte temporal, houve falta de energia elétrica, de responsabilidade da Light, em vários pontos da cidade. O funcionamento de várias bombas de fornecimento de água, que foram religadas ao longo da madrugada, estão voltando ao normal aos poucos.

 

“O único sistema de bombeamento que ainda não possuía energia elétrica até o início da tarde desta quinta feira, para funcionar, fica no bairro Laranjal, onde houve queda de árvores e postes. Por esta razão, os bairros Laranjal, Colina, São Geraldo, Monte Castelo, Siderópolis, Jardim Esperança e Sessenta estão com o abastecimento comprometido”, disse Zeca, informando que um gerador foi ligado no local para que o fornecimento seja restabelecido.

 

O Saae VR pede a compreensão da população e a colaboração para que as pessoas façam consumo consciente de água. A autarquia está suprindo a necessidade através de caminhões pipa, enquanto o serviço não é totalmente normalizado.

 

Zoológico e Parque Aquático

O Zoológico Municipal também foi afetado pela forte chuva e pelo vendaval, tendo que fechar ao público para manutenção. Árvores e galhos caíram, inclusive em fios de alta tensão. O local ainda se encontra sem fornecimento de energia elétrica, prejudicando o comércio que opera dentro do zoológico. Muita lama ficou acumulada no deck que dá acesso ao pedalinho, impossibilitando o uso do brinquedo.

 

“Não temos nenhuma excursão agendada para esta quinta-feira e decidimos fechar o zoológico para conseguirmos limpar e arrumar tudo. Na sexta já reabrimos normalmente”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente, Maurício Ruiz.

 

O Parque Aquático Municipal também ficará fechado nesta quinta-feira, dia 17, para limpeza das piscinas, que normalmente acontece no período da noite e foi interrompida por conta da falta de energia. Também será feito o recolhimento de galhos e árvores caídos. O parque será reaberto nesta sexta-feira, dia 18.

 

SECOMVR