Temporal no fim da tarde desta quarta-feira, dia 16, com ventos de mais de 80km/h derrubou árvores em bairros da cidade

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, reuniu, na tarde desta quarta-feira, dia 16, toda equipe de secretários para criar um plano de ação para amenizar os efeitos da chuva desse fim de tarde. “Toda estrutura da prefeitura está a serviço da população. O objetivo é que a cidade volte à normalidade o mais rápido possível”, afirmou o prefeito.

 

As equipes da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI), com apoio da Guarda Municipal estão espalhadas pela cidade para promover o retorno à normalidade, no tráfego de veículos e pedestres nas áreas afetadas por quedas de árvores.

 

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Volta Redonda, Toninho Orestes, a tempestade causou quedas de árvores, que obstruíram algumas ruas. A equipe da secretaria começou a ação pelos bairros Jardim Paraíba, Vila Santa Cecília, Centro da cidade e Jardim Amália.

 

“Neste momento, as equipes da SMI e Corpo de Bombeiros já estão atuando para remover essas árvores. Os locais foram escolhidos por prioridade – ruas de maior fluxo, de acesso a hospitais”, afirmou, lembrando que o trabalho começou com 40 funcionários, mas a equipe será reforçada durante à noite. 

 

O coordenador de Defesa Civil, Leandro Rezende, acrescentou que, por se tratar de um vale, o vento de mais de 80 km/h percorreu o município desde o bairro Ponte Alta até o Jardim Amália, causando alguns danos materiais, mas sem registro de vítimas. “A equipe da Defesa Civil já está nas ruas, avaliando esses danos”, falou, ressaltando que o volume de chuva não ultrapassou os 9mm, nível considerado baixo, porém o vendaval foi muito forte. O telefone da Defesa Civil é 199.  

 

Por Renata Borges com fotos de Evandro Freitas – Secom/VR