Obra de contenção próxima à Ponte Murilo Cesar deve ser finalizada em até um mês; pista de caminhada e ciclovia passam por revitalização

 

A recuperação de parte da calçada da Avenida Almirante Adalberto de Barros Nunes, a Avenida Beira Rio, próximo a Ponte Murilo Cesar, em Volta Redonda, entrou na fase final da obra, que é realizada em parceria com o Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda). Parte da pista desabou há mais de seis anos e está sendo refeita.

 

As equipes estão na etapa de recomposição da calçada e colocação de grade de proteção. A previsão é que no máximo em um mês a obra seja concluída.

 

O prefeito Samuca Silva afirmou que, após concluída, vai possibilitar novamente a reutilização do espaço pelas pessoas que caminham nesse trajeto.

 

“Além da obra de contenção, estamos revitalizando a pista de caminhada e a ciclovia. Era um trecho da via que estava destruído há muito tempo. As dificuldades financeiras existem, mas estamos conseguindo avançar com recursos próprios para melhorar a cidade e a vida do cidadão de Volta Redonda”, ressaltou o prefeito.

 

A obras, no valor de R$ 79.072,31, vai ser concluída em 30 dias. Os trabalhos acontecem em frente ao n° 180, no bairro Niterói, onde foi feita construção de muro de proteção de talude em sacos de solo-cimento com 29 metros de extensão e 241 m³ em volume.

 

“O objetivo é proteger a rede adutora de água potável ali localizada, além de evitar o escorregamento do maciço de terra, protegendo assim o passeio e a ciclovia, e garantindo a segurança de quem utiliza o local”, explicou o diretor-presidente do Saae-VR, José Geraldo Mattea, o Zeca.

 

Por Raphael Martiniano, com fotos de Geraldo Gonçalves. - Secom/VR