No dia 25, as mulheres internadas na maternidade vão receber um kit enxoval com fraldas, roupa, touca e sapatinho, além do polvo de crochê para os prematuros

 

Está tudo preparado para o Natal na maternidade no Hospital São João Batista. Os funcionários da unidade fizeram doações e a equipe da maternidade montou um kit com fraldas de vários tamanhos, touca e sapatinho e roupa. Para os prematuros, o pacote ainda inclui o polvo de crochê, usado para que o bebê se sinta acolhido como na barriga da mãe, próximo ao cordão umbilical.

 

A coordenadora da Enfermagem da Maternidade do Hospital São João Batista, Vera Alvarenga, afirmou que no Natal, assim como no restante do ano, os 16 leitos da maternidade costumam estar ocupados. “Vamos ter kits para todas as mães e vamos entregar no dia 25, dia do Natal”, falou.

 

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, lembrou que esta iniciativa já aconteceu para comemorar o Dia das Mães na maternidade do hospital. “A ação faz parte da ideia de humanização da unidade e aproxima os profissionais dos pacientes”, disse.

 

O prefeito do município Samuca Silva afirma que a atual gestão trabalha para melhorar constantemente o atendimento à população “e isso pode incluir ações de solidariedade, que melhore a qualidade de vida dos nossos usuários”, disse.

 

Enquanto a equipe da maternidade organizava os kits para distribuição no Natal, o movimento chamou atenção de mães de recém nascidos e gestantes que circulavam pelo local. Alessandra Oliveira das Dores, de 27 anos, teve a menina Agatha Alana na última quinta-feira, dia 20. Ela elogiou o atendimento no hospital e aprovou a iniciativa. “É um carinho a mais com a paciente”, falou.

 

Vitória Gomes de Andrade, de 22 anos, apresenta quadro de pressão alta e está no hospital para observação. Ela está grávida de 31 semanas de João Miguel e ressaltou a assistência que recebe na unidade. “Os profissionais estão sempre monitorando para avaliar a necessidade de um parto prematuro”, contou, lembrando que, caso isso aconteça, ficará muito feliz com a doação do polvo de crochê para dar conforto ao seu bebê.

 

Outra paciente que aprovou a iniciativa da doação de itens do enxoval e o atendimento no Hospital São João Batista, foi Aline Dinali da Silva, de 27 anos. Ela espera pelo nascimento de Ayron. “Quem sabe ele não chega no Natal. Além do presente maior, o nascimento do meu filho, ainda volto para casa com lembrancinhas da maternidade”, comentou.   

 

Por Renata Borges com fotos de Gabriel Borges – Secom/VR