Hospital do Retiro terá nova gestão neste mês

Contrato com Organização Social já foi assinado e objetivo é dar mais agilidade e eficiência ao atendimento na saúde de Volta Redonda

 

O Hospital Municipal Munir Rafful (Hospital do Retiro) será administrado pela Organização Social (OS) Mahatma Gandhi a partir deste mês de dezembro. O contrato já foi assinado e, segundo o secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, está em andamento o processo de transição, no qual são definidos os trâmites legais. A OS fará o gerenciamento, a operacionalização e a execução das atividades de saúde na unidade.

 

O secretário explicou que a medida vai melhorar a saúde do município em vários pontos, como o aumento da eficiência na aquisição e reparo de equipamentos e insumos, além da menor burocracia. “Precisamos dar mais agilidade na saúde e essa mudança vai proporcionar isso. Para os funcionários também melhora, porque muitos serão contratados com base na consolidação das leis trabalhistas, ou seja, sairão da contratação por RPA (Recibo de Pagamento Autônomo)”, explicou Alfredo.

 

Ainda de acordo com o secretário municipal de Saúde, a OS terá metas a serem cumpridas durante o período de vigência do contrato, que é de 24 meses. “A novidade é que, além da secretaria municipal de Saúde (SMS), o Conselho Municipal de Saúde também participará da fiscalização do trabalho realizado pela OS e se ela está cumprindo as metas estabelecidas”, afirmou Alfredo.

 

O prefeito Samuca Silva destacou a importância da mudança na forma de gestão da saúde de Volta Redonda. “Saúde é prioridade em nosso governo e estamos ajustando, realizando melhorias. Adquirimos o Hospital Santa Margarida que, em breve, vai ampliar o atendimento na cidade. O Hospital do Idoso já é uma realidade e, agora, o Hospital do Retiro vai oferecer um atendimento mais ágil e eficiente para a população”, ressaltou Samuca Silva.

 

Por Raphael Martiniano, com fotos de arquivo / SecomVR