Semana Nacional de Combate ao Aedes Aegypti mobiliza a cidade

Agentes da Vigilância Ambiental vão distribuir panfletos e fazer orientações contra a proliferação do mosquito

 

A equipe da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde de Volta Redonda realizou, nesta semana, ações educativas pela Semana Nacional de Combate ao Aedes Aegypti, comemorada entre os dias 25 e 30 de novembro. Cerca de dez agentes aproveitaram o público e a abrangência da Feira Livre, já que está a cada dia em um bairro diferente da cidade, para fazer a distribuição de panfletos informativos e dar orientações à população sobre as medidas para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

 

Na terça-feira, dia 27, a ação foi realizada no início da manhã, na Feira Livre do bairro Retiro. A moradora do bairro Mariana Torres, Aparecida Santos Silva, e o morador do Fazendinha, Jones Jacinto, interromperam as compras para escutar os agentes. “Temos que observar o nosso quintal. Se cada um fizer sua parte, controlamos o mosquito”, disse Aparecida. Jones concorda com ela, mas confessou que nos meses mais frios esquece de fazer a vistoria. “Me comprometo em fazer a ronda semanal a partir de agora”.

 

A comerciária Andréia Martins, moradora do bairro Mariana Torres, também ouviu as orientações e aproveitou para fazer uma denúncia. “Cuido do meu terreno, mas uma casa fechada na vizinhança está com a caixa d’água destampada”, contou.

 

A supervisora Geral da Dengue da Vigilância Ambiental, que coordena a ação nas Feiras Livres, Valdira da Conceição Moraes Tolentino, avisa que o setor, além de prestar orientações sobre como evitar a proliferação do Aedes Aegypti também recebe denúncias da população. “Não conseguimos estar em todos os lugares ao mesmo tempo, por isso é importante a ajuda da população”, disse.

 

As denúncias de possíveis focos do mosquito podem ser feitas pelo telefone da Vigilância Ambiental no (24) 3339-4555 ou 0800025 1666 ou ainda pela Central de Atendimento Único (CAU) pelo número (24) 3339-9073 ou pelo whatsap (24) 99300-2786. “De acordo com a denúncia, enviamos uma equipe ao local para averiguação”, explicou Valdira.

 

Ela ainda acrescentou que as atividades de combate à dengue, zika e chikungunya no município de Volta Redonda são contínuas. A equipe da Vigilância Ambiental faz visitas diárias para orientar a população sobre a importância de vistoriar a casa para eliminar os focos do mosquito. “Nos meses de novembro e dezembro, por exemplo, as equipes atuam no bairro Belmonte”, disse Valdira, lembrando que o trabalho é intensificado nos meses mais quentes do ano e com maior índice de chuvas, fatores que contribuem com a proliferação do Aedes Aegypti.  

 

A ação na Feira Livre estará nesta quinta-feira, dia 29, no bairro Volta Grande, a partir das 8h30. E na sexta-feira, dia 30, a equipe da Vigilância Ambiental vai distribuir material informativo e orientar a população na Feira Livre do bairro Conforto.   

 

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, destacou que essas ações de conscientização fazem parte de um trabalho preventivo. “A informação nunca é demais. A população deve ter consciência que em dez minutos é possível checar os possíveis focos do mosquito e eliminá-los”, enfatizou Alfredo.  

 

O prefeito Samuca Silva destacou a importância do trabalho. “Esse é um trabalho que requer a união de todos. As equipes da vigilância realizam um trabalho de conscientização e de levar informações a todos. E por outro lado, nós todos devemos também cuidar e evitar deixar locais onde o mosquito possa se desenvolver”, disse Samuca.

 

Por Renata Borges com fotos de Evandro Freitas – Secom/VR