45 mil máscaras, doadas pela Companhia Siderúrgica Nacional, já foram distribuídas na cidade

 

Equipes da prefeitura de Volta Redonda, através da secretaria municipal de Saúde, começaram a entregar na tarde dessa segunda-feira, dia 18, as outras 30 mil unidades de proteção doadas pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Na primeira etapa a empresa doou 45 mil unidades, que foram distribuídas em diversos bairros da cidade. As equipes percorreram os principais pontos de circulação da Avenida Amaral Peixoto, como entradas de agências bancárias e estabelecimentos comerciais. Cerca de mil máscaras foram entregues nesse primeiro dia.

 

O item, que se tornou obrigatório como parte das ações de prevenção à Covidv-19, é feito de tecido 100% algodão, em cor branca e é reutilizável, desde que higienizado corretamente. As máscaras podem ser lavadas em solução com água e sabão. Cada embalagem, que é entregue lacrada, vem com uma peça.

 

O prefeito Samuca Silva destacou que a orientação é que as pessoas fiquem em casa e só saiam em caso de extrema importância. “O uso do equipamento é obrigatório na cidade. Essa é uma das ferramentas que temos para evitar a contaminação, como higienizar as mãos, evitar aglomeração. Além disso, temos metas a cumprir para continuar mantendo o comércio aberto no município”, explicou o prefeito.

 

De acordo como secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, a ação faz parte das estratégias da administração municipal para evitar a transmissão do vírus. “Felizmente a maioria das pessoas já está usando esse material tão importante. Precisamos agora conscientizar o restante que ainda sai de casa sem a máscara. Por isso, além de entregar o equipamento de proteção, estamos explicando para as pessoas a importância do seu uso e também a forma correta de higienizar”, disse o secretário. Amanhã (terça-feira) as equipes estarão na Vila Santa Cecília.

 

Por Secom VR – com fotos de Gabriel Borges