Ao todo, 75 mil unidades serão distribuidas para a população da cidade

 

 

Com o uso obrigatório da máscara como prevenção a circulação do Covid- 19, a prefeitura de Volta Redonda recebeu nesta sexta-feira, dia 15, no Escritório Central, na Vila Sanra Cecília a doação de mais 30 mil unidades de máscaras que serão distribuídas a população da cidade. A ação é uma parceria entre a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e a prefeitura no combate ao novo coronavírus. A empresa já realizou a doação de 45 mil unidades, que foram distribuídas. Ao todo, 75 mil moradores serão beneficiados com o equipamento, que é simples, eficiente e um grande aliado no combate ao vírus.

 

O prefeito Samuca Silva enfatizou que toda a sociedade tem responsabilidade na luta contra o coronavírus.

“Já recebemos 45 mil unidades que já foram distribuídas para a população, a partir de amanhã vamos iniciar a entrega da 30 mil doadas pela CSN nesta sexta-feira. Uma das estratégias de distribuição utilizada pelas equipes é a circulação pelos bairros, privilegiando locais próximos às agências bancárias, casas lotéricas, supermercados e farmácias, onde está o maior fluxo de pessoas. Que vai continuar a ser adotada. Lembrado que o uso do equipamento é obrigatório”, destacou.

 

As unidades são iguais as primeiras doadas pela CSN. Elas são feitas de tecido em 100% algodão em cor branca e reutilizáveis. Elas podem ser lavadas em solução com água e sabão. Cada embalagem, que é entregue lacrada, vem com uma máscara. Além da entrega das máscaras, as equipes dão informações quanto ao uso correto do acessório que, quando utilizado da maneira certa, protege a própria pessoa e, principalmente, as que estão ao redor dela.

 

“É muito significativo a parceria da CSN com a prefeitura, com a empresa mãe, junto a outros empresas da cidade na parte social do combate ao coronavírus. Já estamos fortalecendo junto a população a importância do uso da mascaras. Além disso, a distribuição é feita em diversos locais evitando aglomeração de pessoas, que é a principal recomendação em tempos de pandemia. Com isso vamos continuar privilegiando os centros comercias e também as periferias com a distribuição das máscaras e das cestas básicas”, contou o secretário de Projetos Especiais e Captação de Recursos, Joselito Magalhães, responsável pela logística da distribuição das máscaras.

 

 

Secom VR