Além disso, mais de 1800 famílias já receberam cestas básicas pelo programa ‘Cidade Solidária’

 

A prefeitura de Volta Redonda já distribuiu todas as 45 mil máscaras para a população. No município, o item se tornou obrigatório como parte das ações de prevenção à Covid-19 (novo coronavírus). As unidades foram doadas pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e são feitas de tecido 100% algodão, em cor branca e reutilizáveis, desde que higienizadas corretamente.

 

O prefeito Samuca Silva frisou que o uso é obrigatório na cidade, e que o descumprimento da regra pode gerar multa. “É importante que todos se mantenham em isolamento social. Mas nos casos que é inevitável a circulação em ambientes públicos, o uso da máscara é obrigatório e fundamental. Uma medida simples, mas eficiente contra a contaminação pelo novo coronavírus”, disse o prefeito.

 

Alguns cuidados devem ser tomados para o uso e manuseio da máscara, segundo a secretaria de Saúde de Volta Redonda. O manuseio deve ser feito apenas pelos elásticos ou atilhos, tanto para colocar como para retirar as máscaras. Após retirar do rosto, a máscara deve ser lavada imediatamente com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos, para higienização total.

 

Cestas

Além das máscaras de proteção, as equipes da prefeitura também seguem com a entrega das cestas básicas pelo programa Cidade Solidária. A princípio, a distribuição está sendo feita para famílias com renda zero, adolescentes, idosos, gestantes e pessoas com deficiência (PCDs), critérios definidos pela Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac).

 

Vale lembrar que empresas ou pessoas físicas interessadas em ajudar e fazer a doações devem procurar a Secretaria Municipal de Ação Comunitária.

 

Por SecomVR com fotos de divulgação