Crianças têm atendimento especializado no Hospital São João Batista

Unidade em Volta Redonda conta com atendimento de urgência e emergência, leitos para observação e internação pediátricos

 

O Hospital São João Batista, em Volta Redonda, conta com uma estrutura completa e especializada para assistência pediátrica. De acordo com a direção da unidade, o setor de urgência e emergência faz cerca de 100 atendimentos diários a crianças, chegando perto de três mil por mês. 

 

Para executar o serviço infantil, o hospital conta hoje com uma equipe de pediatras para atendimento 24h, tem ainda uma equipe de técnicos de enfermagem, além de enfermeiros especialistas na classificação de risco para determinar a prioridade no atendimento.

 

Os casos são avaliados e, dependendo do diagnóstico, as crianças são encaminhadas para os setores de tratamento. O Hospital São João Batista conta com sete leitos de observação e mais sete para internação pediátrica, além de um isolamento para crianças. O setor pediátrico tem uma coordenação médica e de enfermagem exclusivas e atende crianças até os 14 anos.

 

ATENDIMENTO HUMANIZADO – O setor de pediatria também foi um dos mais beneficiados pela implantação do atendimento humanizado na saúde de Volta Redonda. Para isso, o Hospital São João Batista criou uma Comissão de Humanização. Os pacientes e seus acompanhantes participam de eventos que tornam a permanência na unidade mais leve.

 

O trabalho de humanização na unidade é realizado frequentemente, como no Dia das Crianças, por exemplo, quando no ano passado houve atrações como cinema dentro da enfermaria, visita de personagens infantis e contação de história; na Páscoa, teve atividade no refeitório do hospital com as crianças internadas. Elas prepararam chocolate e fizeram pinturas de rosto e em desenhos de coelhinhos.

 

A diretora Administrativa do São João Batista, Elizangela Delaffitte Alves, afirma que “é uma alegria ver a felicidade estampada nos rostos das crianças”, disse, acrescentando que essa alegria ajuda a superar momentos difíceis.

 

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, lembrou que apesar de investir em bom acolhimento e serviço de hotelaria, o ambiente hospitalar é sempre difícil, principalmente para as crianças. “Com a humanização, o Hospital São João Batista oferece mais que atendimento infantil especializado. As ações de humanização tornam a estadia das crianças no hospital mais confortável”, disse.

 

Por Renata Borges com fotos de arquivo