Unidade conta com 32 leitos, grande parte individual, com televisão, ar condicionado e cama para acompanhante, além de um Centro Cirúrgico com três salas

 

O Hospital do Idoso, inaugurado em 27 de dezembro de 2017, comemora seus dois anos com avanços significativos. Somente em 2019 a unidade de saúde realizou 7379 consultas ambulatoriais, 359 internações e 839 cirurgias. Desde que foi inaugurado os serviços no Hospital do Idoso vêm sendo ampliados para atender, cada vez mais e melhor, os moradores de Volta Redonda com mais de 60 anos. Em média, são atendidos 780 pacientes mensalmente, entre consultas, cirurgias e internações.

 

O prefeito Samuca Silva explica que na unidade de saúde todos os pacientes têm assistência individualizada. “Nos quartos, grande parte individual, têm televisão, ar condicionado e cama para acompanhante que, muitas vezes, é idoso e também precisa de conforto. A implantação do Hospital do Idoso representa um grande salto na qualidade da saúde pública do nosso município. O objetivo da nossa administração é oferecer atendimento de excelência aos moradores de Volta Redonda”, disse o prefeito. 

 

A unidade - que funciona na Rua Cento e Sessenta e Três, nº 44, na Vila Santa Cecília - quase dobrou o número de leitos: eram 18 e hoje são 32; presta serviço ambulatorial nas especialidades urologia, vascular e oftalmologia; e ainda conta com Centro Cirúrgico com três salas cirúrgicas; além de sala de estabilização. O hospital oferece cirurgias vasculares, de urologia e cirurgias oftalmológicas.

 

De acordo com o diretor do Hospital do Idoso, Aparício Bezerra Júnior, a unidade conta ainda com uma equipe multidisciplinar para fazer o acolhimento diferenciado ao paciente e ao familiar acompanhante. “Quando o idoso chega ao Hospital do Idoso ele é acolhido pelo assistente social e o psicólogo, que cuidam tanto do paciente quanto do familiar. O idoso conta ainda com fisioterapeuta, fonoaudiólogo e dentista, que garante a assepsia para evitar infecções via oral. Isso garante que o atendimento desse paciente seja realizado de forma integral, o que facilita muito o seu tratamento”, disse o diretor.

O funcionamento do hospital é garantido por uma equipe de 26 médicos, divididos em especialistas e cirurgiões, plantonistas e anestesistas; e outros 65 profissionais técnicos como enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos. Os internados no Hospital do Idoso são pacientes referenciados pelo Hospital Municipal Munir Rafful, Cais Aterrado e Conforto, UPAs e Hospital Municipal São João Batista. 

 

O secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, destaca que o atendimento disponibilizado no Hospital do Idoso é humanizado, com profissionais qualificados e dedicados à profissão. “A hospitalização representa, para muitos idosos, um momento de fragilidade e de medo. Para ajudar esse paciente a superar o sofrimento e a insegurança que a doença ocasiona, é necessária a atenção de uma equipe composta por vários profissionais que ficam atentos a uma série de alterações físicas, psicológicas e sociais que normalmente ocorrem nesses pacientes”, disse Alfredo. 

 

Estrutura

 

Ambulatórios – O Hospital do Idoso realiza atendimento ambulatorial nas especialidades cirúrgicas de Urologia e Cirurgia Vascular, proctologia e oftalmologia.

Internação – O segundo andar do hospital é específico para pacientes de clínica médica e funciona com apartamentos individuais, oferecendo maior conforto ao internado nos 14 leitos existentes. As internações no terceiro andar contam com mais 18 leitos, sendo quatro leitos de Clínica Cirúrgica e 14 de Clínica Médica. 

Serviço de Atendimento Domiciliar – O SAD foi transferido para o Hospital do Idoso para uma área maior e mais adequada no térreo e conta com duas equipes multidisciplinares, que participam ativamente do cuidado ao paciente idoso, desde a internação até o acompanhamento domiciliar.

 

Por Fátima Santos - SecomVR