Encontro contou com a presença de representantes de Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda

 

Volta Redonda foi sede nessa quarta-feira, dia 27, do Fórum de Conselhos de Saúde da Região do Médio Paraíba. Durante toda manhã os conselheiros discutiram questões diversas relativas à política regionalizada em saúde da região.

 

De acordo com o prefeito Samuca Silva, esses encontros são fundamentais para os avanços na área. “O Fórum é um espaço de discussão e proposição de políticas públicas, tendo os Conselhos como uma importante ferramenta de fiscalização e ação em prol da Saúde nos municípios e região”, disse o prefeito.

 

Participaram da reunião representantes dos Conselhos Municipais de Saúde das doze cidades que integram o Médio Paraíba: Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda.

 

Entre os temas debatidos durante o encontro estava o financiamento da Atenção Primária da Saúde, o funcionamento do Hospital Zilda Arns, a apresentação da Diretoria da Associação de Diabéticos e Amigos do Médio Paraíba (ADAMP), a Capacitação das Comissões Intersetorial da Saúde do Trabalhador e Trabalhadora (Citts) e outros assuntos.

 

A presidente do Conselho Municipal de Saúde de Volta Redonda, Luzia Aparecida Quintino, informou que a reunião é realizada mensalmente para discutir a saúde publica dentro dos municípios. “Aqui vemos o que temos em comum, as nossas necessidades, como somos afetados pelas portarias, decretos e leis e o que podemos fazer para que os impactos sejam menores para os usuários do Sistema único de Saúde (SUS)”, enumerou Luzia.

 

Ela explica ainda que as questões propostas e votadas durante esses encontros são levadas para os conselhos de cada uma das 12 cidades para que virem pautas para serem apresentadas para o poder público. “Aí são feitos os decretos e as resoluções, dentro de cada município. Assim, conseguimos congregar o que a saúde necessita no estado”, acrescentou.

 

O secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, ressaltou que esses encontros são importantes para que os membros de cada cidade troquem experiências e contribuam para a saúde pública dos municípios. “Essas propostas discutidas nos ajudam no direcionamento da Saúde de Volta Redonda. Muitas vêm de encontro com o perfil já traçado pela nossa administração e algumas, muitas vezes, já estão em andamento”, disse o secretário.

 

Por Fátima Santos - Secom VR