Quem passou pelo setor de oftalmologia da Policlínica Bernardino de Souza, no Estádio Municipal Raulino de Oliveira, nesta quinta-feira, dia 26, aprendeu um pouco mais sobre como ser um doador de órgãos e tecidos. No local foi realizado uma Sala de Espera, onde o médico oftalmologista responsável pelo Banco de Olhos de Volta Redonda, Gustavo Guerra, explicou sobre a importância de ser um doador de órgãos. A campanha envolve atividades de conscientização para profissionais da saúde e população em geral, com distribuição de material informativo.

 

“Setembro é considerado o mês do doador e essa campanha que estamos fazendo tem como objetivo conscientizar os familiares e pacientes a respeito da importância da doação. Hoje estamos falando especificamente da doação de córnea. É importante destacar que quando fazemos a capação da córnea tiramos o globo ocular inteiro, assim podemos utilizar tanto a córnea quanto a esclera, que são dois tecidos, para finalidades diferentes”, disse o médico.

 

Dona Sônia Maria da Silva, 71 anos, aposentada, moradora do bairro Santa Rita do Zarur, ouviu atenta as informações, enquanto aguardava a sua consulta. “Já avisei aos meus familiares que quero doar. Hoje aprendi, mais um pouco, sobre a importância desse ato. Tive a oportunidade de conhecer o processo de doação. Foi uma ótima surpresa. Essa palestra só serviu para me fazer ter certeza que realmente quero ajudar o próximo”, disse a paciente.

 

O prefeito Samuca Silva ressalta que a doação é um ato de amor ao próximo. “Precisamos informar a população da importância que é doar os seus órgãos. De 2017 até julho deste ano 438 córneas foram transplantadas no Estado do Rio de Janeiro, graças ao Banco de Olhos de Volta Redonda. Vamos continuar a ajudar as pessoas a terem uma nova oportunidade de retomar suas vidas”, disse o prefeito.

 

Alfredo Peixoto, secretário municipal de Saúde, destaca que até julho de 2019 quinze pacientes foram potenciais doadores de órgãos, sendo que desse total quatro foram doações efetivas de rins, fígado e córneas. “Precisamos levar a informação sobre a importância de ser um doador de órgãos para toda a população. Quando mais pessoas souberem disso, mais vidas serão salvas. Seja um doador. Avise para os seus familiares a sua vontade de ajudar”, disse o secretário lembrando que cerca 1100 pessoas, em todo o estado, esperam por um transplante de córnea.

 

Nessa sexta-feira, dia 27, às 9h, a Secretaria Municipal de Saúde vai realizar, ainda em alusão ao Setembro Verde, um ‘Abraço Solidário’ no Hospital São João Batista. A ação vai representar a fila de pessoas que aguardam por um transplante de órgãos.

 

Por Fátima Santos - Secom VR