Atividades vêm sendo realizadas com o objetivo de mostrar a importância do aleitamento materno exclusivo ate os 06 meses de vida do bebê

 

Mais de cem profissionais de saúde, estudantes e convidados participaram nessa sexta-feira, dia 02, do Seminário de Amamentação, promovido pela secretaria municipal de Saúde, no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase), campus Aterrado. O objetivo do evento é conscientizar os profissionais de saúde sobre a importância do aleitamento materno para que eles possam se tornar multiplicadores.

 

Samuca Silva, prefeito de Volta Redonda, destacou a importância do Seminário. “Esses eventos realizados em nosso município valorizam e capacitam nossos gestores da saúde a promoverem o bem estar da população, seguindo as normas e orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde). Essa tão importante campanha de amamentação, executada no mundo todo, leva consciência, valorização de vidas e crescimento saudável em nossa cidade”, disse o prefeito.

 

O secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto ressalta que as ações são importantes para conscientizar os profissionais sobre os benefícios do aleitamento materno para a saúde do bebê. “O leite materno é o único alimento capaz de oferecer todos os nutrientes na quantidade exata que o bebê precisa para o seu crescimento e desenvolvimento, por isso não deve ser substituído”, ressalta.

 

 As palestras foram ministradas pelas enfermeiras do Setor da Criança e Adolescente da secretaria municipal de Saúde, Gina Moraes, que abordou o tema: Amamentação, situação e recomendações ideais e a Patrícia Selvati que falou sobre empoderar mães e pais, favorecer a amamentação. Já a nutricionista Bruna Vianello explicou como funciona o Banco de Leite Humano do Hospital São João Batista.

 

A amamentação na primeira hora reduz em 22% a mortalidade infantil e 16% se a criança for amamentada no primeiro dia, e evitam 7.800 mortes de crianças por ano se amamentadas corretamente.

 

Para a coordenadora do Bando de Leite Humano de Volta Redonda, Bruna Vianello Ferreira, destaque que Volta Redonda é referência no Estado. “É muito importante deixar as pessoas cientes que temos um banco de leite e que estamos precisando de doação”, disse a coordenadora.

 

Por Fátima Santos - SecomVR