Programa visa ajudar municípios na reorganização da saúde; assinaram termos de adesão secretários municipais de Saúde da Região do Médio Paraíba

 

Profissionais da atenção primária Região do Médio Paraíba participam, nesta segunda, dia 8, da oficina do PlanificaSUS, cujo Termo de Compromisso foi assinado hoje pela manhã, na Universidade Federal Fluminense (UFF). A capacitação dos profissionais continua nessa terça-feira, dia 9. 

 

A planificação é um instrumento de gestão e organização da Atenção Primária à Saúde e da Atenção Ambulatorial Especializada nas Redes de Atenção à Saúde proposto pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) e é executado pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein.

 

O projeto piloto na Região do Médio Paraíba, que terá como cidade pólo Volta Redonda, tem a finalidade de fazer um desenho da rede de atenção a saúde, que visa melhorar o acesso da população aos serviços e assim trabalhar para alcançar melhores indicadores de saúde da população, além de fortalecer a articulação com todos os municípios.

 

A implantação do projeto é a oportunidade que o Estado do Rio e a Região do Médio Paraíba têm de envolver todos os municípios, por meio do gestor e profissionais, para o fortalecimento da Rede de Atenção as doenças crônicas, com ênfase principalmente a Hipertensão e Diabetes, que são as principais doenças crônicas que mais impactam a mortalidade da população.

 

O prefeito Samuca Silva enfatizou a importância do projeto para a Saúde da cidade e Região do Médio Paraíba. “É muito bom começar a semana buscando melhorias da saúde para a população. Nossa cidade vem passando por uma transformação profunda. Nós investimos 37% em saúde, lembrando que a constituição diz que a obrigação do município é 15%. Não podemos esquecer também do investimento na valorização dos profissionais, onde estamos substituindo os RPAs por cargos comissionados. Esse era um problema crônico que durava mais de vinte anos. E agora vamos implantar o PlanificaSUS, essa ferramenta que irá contribuir, ainda mais, para alcançarmos a excelência em saúde no nosso município”, disse o prefeito Samuca Silva.

 

O secretário municipal de Saúde Alfredo Peixoto destacou que essa é uma excelente oportunidade de aprimoramento e gestão em Saúde. “É uma satisfação para Volta Redonda sediar a abertura do lançamento do PlanificaSUS. Aqui temos cem por cento de cobertura na Atenção Básica, 46 unidades de saúde, cinco Núcleos de Apoio à Saúde da Família, entre outros. Somos um município que investe em saúde. Abrimos outro hospital e vamos iniciar as atividades de mais um até o final do ano. Além disso, já inauguramos três Unidades Básicas de Saúde. Fazemos um investimento na Atenção Básica, mas também nos preocupamos com a Média e Alta Complexidade. Hoje já disponibilizamos uma ótima rede de saúde para a nossa população, mas queremos atingir a excelência. Com a implantação do PlanificaSUS temos certeza que isso será alcançado”, disse o secretário.

 

A subsecretária de Gestão da Atenção Integral à Saúde, Mariana Tomasi Scardua agradeceu a presença da todos. “Quero agradecer aos técnicos aqui presentes, pois sem vocês esse evento não estaria acontecendo. Quem faz o projeto acontecer de verdade são vocês. A vontade de vocês é que vai fazer com que a gente tenha sucesso nesse projeto piloto que estamos fazendo, começando pelo Médio Paraíba”, comentou a subsecretária.

 

Márcio Paresque, coordenador do Projeto PlanificaSUS, do Hospital Albert Einstein deu boas vindas aos participantes. “É com muita satisfação que começamos esse projeto aqui na Região do Médio Paraíba. Já estive aqui em uma outra ocasião e ver esse auditório cheio e como vocês estão de dedicando, é muito prazeroso. Quero destacar que o empenho da Secretária Estadual e a forma que ela abraçou esse projeto. A gente sabe que o cenário operacional do país não é simples, mas estamos empenhados”, disse o coordenador. 

 

Márcio Berman, que estava Conselho estadual de saúde do Rio de Janeiro, destacou que o evento visa fortalecer a saúde de todo Estado do Rio de Janeiro, com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). “O grande beneficiário, lá na ponta, será o nosso paciente. Dentro desse controle social que o Conselho sempre prioriza está o acompanhamento dessa nova plataforma, desse planejamento importante, da capacitação na Atenção Básica para que a gente tenha uma Média e Alta Complexidades realmente estruturadas e desempenhando as funções para as quais elas realmente devem estar disponíveis”, explicou.

 

Maria da Conceição Rocha, Presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Rio de Janeiro (Consems), destacou a importância de implantar o PlanificaSUS. “Quero falar da satisfação que é estar na abertura dessa oficina onde vamos tratar de planejamento de saúde. É muito importante a presença da Secretaria de Estado de Saúde nas regiões, exercendo o seu papel e apoiando os municípios na parte técnica. A gente sabe que o PlanificaSUS é um trabalho árduo. Nós temos que estruturar redes de atenção na saúde, e começando pela Atenção Básica. Não podemos esquecer que sem a estruturação da Atenção Básica não vamos a lugar nenhum”, disse Maria da Conceição.

 

O PlanificaSUS prevê toda a reestruturação do modelo de atenção, trabalhando a hierarquização do SUS, a regionalização. É um novo modelo de gestão de forma que melhore o cuidado do paciente, o acesso dele as diversas unidades, com a entrada pela atenção primária e todo desenho de rede, como a atenção especializada já feita para que ele tenha um melhor cuidado a saúde e com isso melhoramos nossos indicadores.

 

Por Fátima Santos com fotos de Evandro Freitas - SecomVR