Estabelecimentos estavam descumprindo decretos municipais e estaduais que tratam sobre as normas de prevenção à Covid-19

 

Dois bares foram autuados e cinco notificados nesse final de semana em Volta Redonda. Os estabelecimentos ficam nos bairros Colina e Retiro e estavam descumprindo as medidas que fazem parte dos decretos municipais de combate ao novo coronavírus.  A força-tarefa atuou durante o dia e a noite, com rondas em 11 bairros para verificar o funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais, aglomerações de pessoas, bem como a não utilização de máscaras de proteção.

 

As fiscalizações realizadas nos bairros Colina, Santo Agostinho, Centro, Aterrado, Retiro, Santa Cruz, Vila Santa Cecília, São Geraldo, São Luiz e Monte Castelo, são baseadas nas denúncias realizadas pela população sobre descumprimento das normas sanitárias ou aglomerações de pessoas durante o funcionamento das atividades econômicas, através da Central de Atendimento Único (CAU), pelo telefone 156, e também pelo aplicativo Fiscaliza VR.

 

De acordo com o relatório da força-tarefa no bairro Brasilândia uma festa foi encerrada e os participantes dispersados. Na Colina mais um bar foi autuado por aglomeração de pessoas. Cerca de 50 pessoas estavam no estabelecimento, que não respeitou o distanciamento e segurança preconizados nos decretos. No Retiro o motivo da ação também foi aglomeração de pessoas.

 

Durante o dia as equipes percorreram a Feira Livre, igrejas, supermercados e bairros onde aconteciam festas particulares. À noite a força-tarefa fez ronda em barres e praças. O objetivo da operação conjunta era de fiscalizar o cumprimento dos Decretos Municipais 16.124 e 16.146 e Estaduais 47.375 e 47.006, que tratam do fechamento ou regulamentação do funcionamento do comércio, estabelecimentos e logradouros públicos, onde possa ocorrer aglomeração de pessoas e que tornam obrigatório o uso de máscaras.

 

Na sexta-feira, dia 24, a força-tarefa, formada pela Guarda Municipal, secretarias de Fazenda (SMF) e de Segurança Pública (Sesp), Vigilância Sanitária, além das polícias Militar e Civil, fez uma doação de 29 caixas de uva apreendidas para instituições: Asilo Dom Bosco, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Lar dos Velhinhos.

 

O prefeito Samuca Silva ressaltou que a ação tem sido realizada todos os dias no município para conscientizar os estabelecimentos a cumprirem as regras de combate a Covid-19 no município. “Queremos salvar vidas e não vamos medir esforços para que isso aconteça. Essas ações diárias da força-tarefa visam conter a curva da doença na cidade. E a população tem nos ajudado, fazendo essas denúncias e colaborando com o combate ao novo coronavírus”, disse o prefeito.

 

Por Secom VR – com fotos de divulgação