Ação aconteceu na Vila Santa Cecília e na Avenida Amaral Peixoto

 

A prefeitura de Volta Redonda, através das secretarias municipais de Fazenda e Desenvolvimento Econômico, realizou nesta sexta-feira, dia 31, uma fiscalização educativa com vendedores ambulantes. A ação aconteceu na Vila Santa Cecília e na Avenida Amaral Peixoto com o intuito de coibir as atividades dos comerciantes que estão atuando de forma irregular na cidade. A operação contou ainda com o apoio da Guarda Municipal de Volta Redonda.

 

O coordenador do Departamento de Atividades Econômicas e Sociais da secretaria municipal de Fazenda, Wagner Chaves, explicou a ação. “Foi um pedido do prefeito Samuca Silva, fazer essa fiscalização orientando os ambulantes sobre a regularização das suas atividades e quais produtos são permitidos ou não. Hoje nós estamos para conversar e avisar que as ações agora serão intensificadas e que eles podem até ter as mercadorias apreendidas. Nós estamos mantendo esse diálogo com eles para que não sejam pegos de surpresa”, explicou Wagner.

 

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, esse trabalho nos centros comerciais tem o sentido de incentivar os ambulantes a se regularizarem perante o município. “Já temos cerca de 175 vendedores cadastrados e regularizados. A intenção é organizar os centros comerciais e priorizar os espaços públicos para o trânsitos de pessoas. Além de preservar o direito dos comerciantes estabelecidos”, afirmou.

 

O secretário municipal de Fazenda, Fabiano Vieira, reforça a informação. “Estamos orientando os ambulantes a se regularizarem, evitando posteriormente sanções fiscais ou até mesmo apreensão de mercadorias. Preservar a ordem pública e a competição saudável é de fato bom para todos, e estamos buscando este diálogo e o bom censo dos ambulantes para procurarem a Prefeitura e buscar a regularização”.

 

Quem está regularizado aprova a operação e afirma que isso é uma forma de reconhecimento. “Trabalhar regularizado traz muitos benefícios. Porque antigamente não tinha oportunidade de trabalhar sossegado, e ficar sempre no mesmo lugar sem preocupações faz com a gente estabeleça uma clientela fixa, que procura pelos nossos produtos”, contou o vendedor de frutas, Mauro Gonzaga.

Para o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, esse cadastro feito pela prefeitura é importante para dar oportunidade de trabalho e organizar o comércio. “Queremos que o comércio tenha organização. E as pessoas estão sendo orientadas de como exercer seu trabalho de forma legal. E todas essas pessoas que ainda não se regularizaram devem procurar a prefeitura, para ter o seu espaço de trabalho”, afirmou o prefeito.

 

Quem tiver alguma dúvida sobre como proceder para se regularizar deve procurar a secretaria de Fazenda, de segunda a sexta-feira, de 12h às 17h30.

 

Por Ana Maria Mansur, com fotos de Gabriel Borges - SecomVR