Treinamento com funcionários serviu para avaliar como está a relação de diálogo entre o cidadão e o poder público

 

Cerca de 200 funcionários de diversas secretarias, autarquias e órgãos da Prefeitura de Volta Redonda participaram nesta terça-feira, dia 19, de uma capacitação sobre o aplicativo Fiscaliza VR no auditório da Secretaria Municipal de Educação (SME), no bairro Niterói. O aplicativo completou um mês de lançamento e, de acordo com a ouvidora Geral do Município, Cristiane Cunha, esse encontro serve como uma reciclagem para o funcionalismo.

 

“Estamos fazendo essa reunião para avaliar o primeiro mês, principalmente em relação às respostas que estão sendo dadas ao cidadão, os relatórios. Estamos batendo um papo, tirando dúvidas. Esses encontros serão constantes para garantir que o aplicativo funcione e que o cidadão seja respondido de forma correta”, explicou Cristiane.

 

Durante o treinamento, representantes de todas as secretarias da prefeitura participaram, inclusive secretários municipais, tendo acesso ao balanço do primeiro mês do aplicativo e dando retorno sobre a operação do mesmo.

 

“A gente vai acertando, dando dicas, orientações. Refizemos o manual com orientações e também vamos disponibilizar para a equipe”, ressaltou a ouvidora.

 

Para o secretário municipal de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão, Enock Azevedo, a capacitação ajuda a enfatizar a importância desse aplicativo para o governo em resposta ao cidadão.

 

“O Fiscaliza VR trabalha em duas vertentes principais, que são as questões da eficiência e do diálogo. Hoje, estamos dando um foco maior ao diálogo, a relação do servidor com o cidadão, em relação à demanda que ele faz. É orientar melhor como essa questão do trato, como fazer isso no sistema, como aparece para o cidadão, como o operador de fato vê essa dinâmica”, explicou Enock.

 

“O relacionamento com o cidadão é uma cultura que geralmente o serviço público não oferece. Estamos implantando essa cultura, é um desejo do prefeito que a gente comunique, que tenha diálogo, para poder construir uma cidade melhor”, frisou Cristiane Cunha.

 

O prefeito Samuca Silva afirmou que o treinamento é importante e que o Fiscaliza VR foi criado para melhorar a vida da população na relação com o poder público municipal.

 

“O cidadão tem a oportunidade na palma da mão de reclamar pela melhoria na sua rua, no seu bairro. Faz 30 dias que lançamos esse aplicativo e essa é uma reunião de aprimoramento, uma avaliação para que o cidadão de Volta Redonda sempre possa ser bem atendido. Isso é inovador, único”, frisou Samuca Silva.

 

Por Raphael Martiniano, com fotos de Evandro Freitas / SecomVR