Evento aconteceu na última quinta-feira, dia 17, em Vassouras

 

Na última quinta-feira, dia 17, uma equipe de servidores da Prefeitura de Volta Redonda esteve no I Seminário Lei de Acesso à Informação Pública em Prefeituras Municipais da Região do Vale do Café, em Vassouras. Na ocasião, Volta Redonda foi convidada a palestrar sobre o tema Ferramentas de Transparência Pública e a Lei de Acesso à Informação: um estudo de caso da cidade de Volta Redonda para expor as ações realizadas na área de Transparência e Acesso à Informação. O evento foi aberto pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras, Wanderson Farias, e pela Controladora Geral do Município de Vassouras, Gilda Muniz.

 

"Pudemos mostrar para os presentes várias ações e ferramentas desenvolvidas pela Prefeitura de Volta Redonda, que têm como objetivo disponibilizar ao cidadão as informações para além do que está previsto na Lei de Acesso a Informação, com uma linguagem mais acessível, a exemplo do Orçamento Popular, e de modo interativo, como o Painel da Transparência", informou o Diretor de Transparência e Controle Social da Secretaria Municipal de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão de Volta Redonda (Seplag), Marcos Delgado.

 

 Matheus Cruz, presidente da EPD-VR, também esteve presente e relatou que o seminário foi muito produtivo, pois foi possível conhecer ações de outros órgãos públicos e difundir os projetos realizados em Volta Redonda. "Foi interessante conhecer a funcionalidade de ferramentas como o Serviço Eletrônico de Informação em outros lugares, software que estamos buscando implantar em Volta Redonda, além de difundir nossas ações para incentivar outras prefeituras na busca pela transparência", disse.

 

O prefeito Samuca Silva enfatizou a importância da transparência na gestão pública e lembrou das ações de fomento à transparência realizadas pela gestão. "Realizamos várias ações voltadas à transparência e ao acesso à informação desde 2017, como o PPA Participativo, o Portal de Serviços, a reestruturação do Serviço Eletrônico de Acesso à informação (e-SIC), o Orçamento Participativo, dentre outros, o que nos consagrou como a 2ª cidade mais transparente no Estado do Rio de Janeiro na primeira avaliação da Controladoria Geral da União, e no prêmio de boas práticas do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro em 2018", enfatizou o prefeito.

 

Por Secom/VR com fotos de divulgação