Município foi destaque no Estado do Rio em 2018 ao ser o único a implantar o modelo preconizado pela Fundação Nacional da Qualidade

 

Para atender a solicitação do prefeito Samuca Silva, uma equipe da Secretaria de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão (Seplag) coordena a implantação do modelo de excelência em gestão, preconizado pela Fundação Nacional da Qualidade, em todas as secretarias e autarquias da gestão municipal. O modelo prevê a adoção de práticas com a finalidade de elevar os padrões de desempenho e qualidade no serviço público.

 

Na manhã desta sexta-feira, dia 02, cerca de 20 funcionários da prefeitura reuniram-se para tirar dúvidas sobre a ferramenta digital criada pela Seplag para que cada secretaria ou autarquia faça a autoavaliação de acordo com os critérios estabelecidos pelo modelo de excelência em gestão. Os dados serão inseridos eletronicamente e vão agilizar aautoavaliação da prefeitura como um todo.

 

No ano passado, a Prefeitura de Volta Redonda, única do Estado do Rio de Janeiro a aderir ao modelo e a concorrer ao Prêmio de Excelência em Gestão Pública, realizou a autoavaliação e conquistou a premiação na categoria bronze. Em 2019, o município concorre na categoria prata.

 

O diretor de Modernização e Inovação da Secretaria de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão (Seplag), Igor Alves de Sá e Souza, lembrou que o modelo do Núcleo de Excelência em Gestão do Estado do Rio é seguido internacionalmente e comprova a eficiência da gestão.

 

“A autoavaliação e o conhecimento dos critérios estabelecidos pelo modelo, desperta naturalmente o desejo de fazer melhor. Foi ao fazer a autoavaliação da prefeitura como um todo, ano passado, que surgiram projetos como Fiscaliza VR, a sede da Escola de Governo e Gestão e a Consulta Pública Digital, que está em fase de teste”,exemplificou Igor.

 

Os responsáveis por conduzir a autoavaliação na Cohab (Companhia de Habitação) são a diretora Comercial, Ana Angélica Ferreira Melo, e o gerente Administrativo, Fábio Bueno. “Viemos à reunião para tirar algumas dúvidas. Vamos envolver a equipe no processo e analisar de acordo com o modelo como está o nosso serviço”, disse Ana Angélica.

 

Pelo Hospital São João Batista, participou o diretor Administrativo, Cássio Murilo Macedo Pires, participou do encontro.“Participo da discussão pela primeira vez e aprovo a possibilidade de avaliar o trabalho no hospital. Nós já atuamos com a consciência de que precisamos melhorar sempre. O modelo pode nortear as ações e apontar as prioridades na hora de avançar”, falou.    

 

O secretário de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão, Enock Azevedo, pediu atenção e agilidade no processo de autoavaliação das secretarias e autarquias. “Para facilitar, criamos uma cartilha para detalhar os critérios do modelo de excelência em gestão e um sistema para receber as informações de forma simplificada”, disse.

 

Ele acrescentou que a autoavaliação oportuniza a reflexão sobre o que já fizemos e a busca pela excelência no serviço público. “A partir das informações de cada órgão da prefeitura, vamos preencher a autoavaliação da gestão como um todo. Temos que entregar essas informações em setembro ao Núcleo de Excelência em Gestão do Estado do Rio de Janeiro e, após uma espécie de auditoria realizada por eles na prefeitura, conhecemos as organizações premiadas”, explicou Enock.     

 

O prefeito Samuca considera importante ampliar a implantação do modelo de excelência em gestão para todas as secretarias e autarquias. “Cada setor fazendo sua autoavaliação, recebendo sua nota de acordo com os critérios estipulados pelo modelo da Fundação Nacional de Qualidade, vai facilitar a criação de um plano estratégico individual com objetivo de executar ações para melhorar a gestão interna”, acredita, lembrando que o objetivo principal é melhorar a qualidade do serviço público oferecido ao cidadão.

 

Por Renata Borges com fotos de divulgação – Secom/VR