Volta Redonda vai receber quase R$ 9 milhões para mobilidade urbana e turismo

Verbas já estão empenhadas no Orçamento Geral da União (OGU) de 2018

 

O município de Volta Redonda vai receber R$ 8,7 milhões para investimentos em mobilidade urbana e turismo. A verba, já empenhada no Orçamento Geral da União (OGU) de 2018, será repassada por convênios com os ministérios das Cidades e do Turismo. O montante foi conquistado após visita do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, a Brasília, onde apresentou projetos para investimento nessas duas áreas da cidade.

 

“As propostas foram cadastradas no SICONV (Sistema de Convênios do Governo Federal) e foram aprovadas. Agora, temos a garantia de que o dinheiro será destinado para Volta Redonda e trará grandes benefícios para toda a sociedade”, disse Samuca.      

 

O convênio com o Ministério das Cidades é de R$ 4 milhões e será utilizado na pavimentação das principais vias dos Centros Comerciais do município, R$1,4 milhão; em medidas para modernização do tráfego com melhoria das sinalizações, R$ 1,2 milhão; modernização dos pontos de ônibus, R$ 660 mil; e implantação da infraestrutura cicloviária com melhoria das calçadas para pedestres, R$ 740 mil.

 

Na área de turismo serão investidos R$ 4,7 milhões. Os projetos previstos são as construções de pórticos nas vias de acesso ao município, R$ 625 mil; do Centro de Eventos do Parque da Pedreira, no bairro Voldac, saída para o Santa Cruz, R$ 1.890 milhões; e do Museu Municipal, destinado a atividade indutora do turismo na região do Vale do Café; R$ 2.185 milhões.

 

“Agora, entraremos na fase de assinatura dos convênios com a Caixa Econômica Federal, apresentação a documentação técnica dos projetos para que a instituição aprove as licitações para a execução das obras, previstas para começar no segundo semestre de 2019”, explicou o prefeito Samuca.

 

Por Renata Borges – Secom/VR