Samuca participa de reunião do Conselho Social da Cidade

Mobilidade urbana foi tema central do encontro no final da manhã desta quarta-feira, dia 31

 

O prefeito Samuca Silva participou de reunião do Conselho Social da Cidade de Volta Redonda no final da manhã desta quarta-feira, dia 31, na sede da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) do município. Parte dos 26 membros do grupo discutiu com o prefeito o tema central deste encontro: mobilidade urbana.

 

Samuca pediu aos conselheiros que avaliem o projeto original para o trânsito na Rodovia dos Metalúrgicos com a implantação do novo shopping. “A duplicação das faixas de rolamento está quase concluída, mas está prevista uma segunda fase da obra com a instalação de uma grande rotatória para garantir o fluxo de veículos”, afirmou o prefeito.

 

Os conselheiros também propuseram temas para discussão. O empresário do ramo do comércio, Gil Ferreira, lembrou a necessidade de instalação de faixas elevadas para facilitar o acesso de pedestres ao novo shopping. “O empreendimento atrai muitas pessoas que utilizam o transporte coletivo e precisam atravessar a via”, disse, lembrando que no primeiro final de semana o shopping atraiu mais de cem mil pessoas.

 

O sucesso do Tarifa Zero – ônibus elétrico e a interligação das ciclovias em Volta Redonda também esteve na pauta. O prefeito esclareceu que a ciclovia do bairro Santa Cruz está servindo como base para testes. “Vamos avaliar o piso, a sinalização, a eficiência de forma geral para o ciclista”, disse, completando que o objetivo é interligar a ciclovia no Santa Cruz com o bairro Voldac, passando pela Beira Rio para chegar ao Aterrado para acessar a Avenida Amaral Peixoto, no Centro, e a Vila Santa Cecília para chegar até à Ponte Alta. “Todo percurso deve somar cerca de 40 quilômetros”, afirmou o prefeito.

 

CONSELHO DA CIDADE – O Conselho Social da Cidade de Volta Redonda, criado por decreto pelo prefeito Samuca Silva, em abril de 2017, pretende manter constante diálogo com a sociedade para contribuição no planejamento municipal e na melhoria dos serviços públicos. Os 26 membros representam a sociedade civil na construção e avaliação das ações governamentais. As ações do conselho são norteadas pelos princípios do diálogo, da pluralidade, da participação e democracia, com vistas a superar diferenças e construir consensos em torno de temas públicos municipais.

 

Por Renata Borges com fotos de Evandro Freitas