Volta Redonda se prepara para ser capital verde do estado

Prefeitura e CSN têm interesse em comum e discutem projetos para transformar Volta Redonda na cidade mais arborizada do Rio de Janeiro

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, se reuniu com representantes da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e com os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Joselito Magalhães; e de Meio Ambiente, Maurício Ruiz, para conversar sobre projetos ambientais para o município. O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 10.

 

Com parcerias a SMMA formula um grande programa que envolve a criação de unidades de conservação, reflorestamento de nascentes e beiradas de rios e mais de 400 km de arborização urbana. Na reunião a secretaria de Meio Ambiente apresentou o planejamento de toda a agenda verde de trabalho que prevê a ampliação da cobertura vegetal da cidade, cumprindo a meta da Organização Mundial da Saúde.

 

A secretaria municipal de Meio Ambiente já está estudando e montando projetos ambientais para serem executados por essa parceria. “Já mapeamos todas as nascentes da cidade e pelo menos 200 delas precisam ser protegidas”, disse Maurício, lembrando que a SMMA já plantou mais de 200 árvores nativas pela cidade.

 

De acordo com o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, nunca teve um projeto ambiental desse tamanho na cidade. “Tanto a prefeitura, quanto a empresa têm interesse em comum de transformar Volta Redonda na cidade mais arborizada do Rio de Janeiro. Vamos trabalhar em parceria para que isso se torne realidade”, informou Samuca.

 

A prefeitura e a CSN voltarão a se reunir, em breve, para discutir os detalhes dos projetos. E eles serão executados por ordem de prioridade, até que Volta Redonda se torne a capital verde do estado Rio de Janeiro.

 

Por Ana Maria Mansur, com fotos de Gabriel Borges