Prefeito Samuca Silva atualizou os dados neste sábado, dia 20; Caso o número de suspeitos supere 5% por mais dois dias seguidos, as atividades econômicas poderão ser fechadas

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, realizou neste sábado, dia 20, mais uma transmissão ao vivo pelas redes sociais para atualizar os dados sobre a Covid-19, o Novo Coronavírus, na cidade. Samuca explicou que, apesar de um Decreto Estadual, o município seguirá fechado para acesso de ônibus, vans e outros meios de transporte de cidades da Região Metropolitana do Rio e outros estados.

 

Conforme a atualização de dados deste sábado, a cidade chegou a 1.250 casos confirmados, sendo que 4.862 foram notificados como suspeitos. 1.005 pessoas podem ser consideradas curadas. Os óbitos confirmados por coronavírus são 57. ''Nós tivemos um aumento do número de casos suspeitos em 7,92%. O maior aumento de um dia para o outro desde o início da pandemia. Estamos alertando, precisamos manter as medidas de segurança. Esse vírus já gerou 57 mortes na cidade'', disse o prefeito Samuca.

 

Apesar desse aumento, os eixos de monitoramento condicionantes para a reabertura das atividades econômicas seguem dentro da meta. São eles: o número de casos suspeitos não aumentar mais que 5% por três dias seguidos (7,92% neste sábado); a ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50% (3,7%); a ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60% (8,7%); o grupo de risco permanecer em isolamento social; uso de máscara obrigatório nas ruas; além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

 

''Recentemente, fizemos um alerta de que os casos suspeitos estavam subindo. E hoje ultrapassamos a média de 5% de aumento de casos suspeitos. Se isso acontecer por mais dois dias seguidos, teremos que fechar novamente as atividades econômicas. Faça sua parte. Só vá às ruas em caso de necessidade, use máscaras e preserve o grupo de risco'', orientou Samuca.

 

Em relação ao Decreto Estadual que libera parcialmente o transporte coletivo intermunicipal, o prefeito Samuca destacou que as medidas de restrição nos acessos da cidade seguem as mesmas.  ''A cidade segue fechada até o final de junho, a princípio. Depois, vamos avaliar as medidas. Com isso, a Rodoviária Municipal segue fechada e as medidas de proteção ao acesso da cidade mantidas'', explicou o prefeito.

 

Por SecomVR