Cidade tem agora 1.136 casos confirmados e 57 óbitos

 

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais na noite desta quarta-feira, dia 17, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, fez um alerta sobre o aumento dos casos suspeitos na cidade. Pelo segundo dia consecutivo, o número de casos suspeitos chegou perto do limite do eixo de monitoramento, que é de 5% por dia. Segundo o prefeito, se a tendência for mantida, as atividades econômicas terão que ser fechadas.

 

''Eu peço para a população se manter em alerta e se proteger do vírus. Vamos reforçar o pedido de ficar em casa, não precisa sair às ruas sem motivo. Se não ficarmos vigilantes, vamos ultrapassar os eixos de monitoramento e teremos que fechar tudo novamente. Precisamos proteger nossas famílias, nossos idosos'', destacou o prefeito, ressaltando que o principal objetivo neste momento é salvar vidas.

 

Os seis eixos de monitoramento condicionantes para a reabertura das atividades econômicas seguem dentro da meta, mas o aumento de casos suspeitos está próximo ao limite. São eles: o número de casos suspeitos não aumentar mais que 5% por três dias seguidos (4,88% nesta quarta); A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50% (3,70%); A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60% (10,52%); O grupo de risco permanecer em isolamento social; Uso de máscara obrigatório nas ruas; Além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

 

''Estamos dentro dos eixos e esse alerta é para que possamos continuar assim, mantendo o vírus sobre controle. Por isso a preocupação e esse alerta que estamos fazendo. Para manter as medidas de flexibilização é necessário que todos façam sua parte'', comentou o prefeito.

 

Segundo Samuca, apesar da flexibilização, é necessário que a população entenda que a vida ainda não voltou ao normal. “Estamos vendo muitas pessoas nas ruas, relatos de festas, churrascos, lojas cheias. Isso não pode acontecer. A prefeitura está fazendo sua parte, distribuímos máscaras, sabonetes, fechamos atividades que possam gerar aglomerações, aumentamos capacidade de atendimento na saúde, criamos o Hospital de Campanha. Mas todos devem colaborar e fazer sua parte”, alertou.

 

A Prefeitura de Volta Redonda atualizou os dados sobre a Covid-19 na cidade. No município, agora são 4.362 casos notificados como suspeitos e 1.136 casos confirmados. 1.220 exames realizados deram negativo e 951 pessoas já podem ser consideradas curadas. A cidade registra agora 57 óbitos pelo novo coronavírus.

 

Por SecomVR – com fotos de Gabriel Borges