Com objetivo de debater propostas para auxílios aos motoristas de transporte escolar de Volta Redonda, a Comissão Municipal do setor foi recebida pelo prefeito Samuca Silva nesta terça-feira, dia 16. O encontro ocorreu no Palácio 17 de Julho. O intuito foi debater formas com que o Poder Público possa ajudar os profissionais diante da pandemia da Covid-19, o novo coronavírus.

 

Segundo os membros da Comissão Municipal de Transporte Escolar, com a paralisação das aulas nas redes pública e privada, muitos estão sem qualquer tipo de renda. A reunião teve a presença do vereador Fábio Buchecha, dos secretários do Gabinete de Estratégia Governamental, Nelson Gonçalves; e de Projetos Especiais e Captação de Recursos, Joselito Magalhães.

 

Durante o encontro, o prefeito destacou que ainda não há data para retorno das aulas no município, tendo ainda como foco evitar aglomerações diante do combate a pandemia. “Não podemos ser irresponsáveis nesse momento e reabrir as escolas, temos que tomar cuidado. Vamos realizar isso no momento certo e de forma consciente. Até lá, precisamos achar caminhos para ajudar vocês, que dependem do transporte escolar”, disse o prefeito.

 

Segundo Samuca, foram apresentadas propostas que serão debatidas por setores técnicos da prefeitura e outros órgãos. Entre eles, a permissão temporária para que possam fazer transporte de mercadorias na cidade, por exemplo, para supermercados e lojas de departamento.

 

Outra possibilidade a ser estudada pelos órgãos técnicos é a de que durante o período de pandemia, os motoristas de transporte escolar pudessem prestar serviços para o município, como transporte de pacientes, entrega de materiais, entre outros.

 

“Vamos avançar nessa pauta que é importante para a cidade. Vocês são quase 300 motoristas que dependem da profissão para viver. Podem contar com o poder público, através da Prefeitura de Volta Redonda, para que possamos buscar soluções rápidas”, destacou o prefeito.

 

O vereador Fábio Buchecha, que participou da reunião, avaliou como positivo o encontro. “Quero agradecer em nome da Câmara de Vereadores e da Comissão Escolar por esse encontro. Tenho certeza que saímos daqui com possibilidades claras e que em breve teremos uma saída legal para que eles possam trabalhar, mesmo que em outras áreas, até essa pandemia passar”, destacou o vereador.

 

Por SecomVR – com fotos de Gabriel Borges