Objetivo foi debater o combate a Covid-19 e o plano de educação

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, se reuniu nesta sexta-feira, dia 15, com representantes de três instituições de ensino de superior da cidade. O objetivo foi debater o combate a Covid-19, o novo coronavírus, e um futuro plano de retorno às aulas nas unidades. O encontro ocorreu no Palácio 17 de Julho e contou com a presença de representantes do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase) e FASF (Faculdade Sul Fluminense).

 

Entre os temas deliberados, ficou definido que as entidades entregarão um plano de reabertura ao prefeito para junho. Segundo Samuca, com o retorno do que é essencial dentro das unidades, dando também suporte às atividades já flexibilizadas.

 

“Todas nossas ações têm que ser de acordo com a nossa capacidade de atendimento à população. Nossas condicionantes são o avanço do vírus e termos leitos para atendimento da Covid-19. Com o início da flexibilização, tivemos alguns momentos de aglomerações nos centros comerciais. Entretanto, nos últimos dois dias, já vemos menos pessoas nas ruas e as medidas de segurança sendo cumpridas”, disse o prefeito Samuca Silva.

 

O diretor geral da FASF, Claudio Alvares Menchise, destacou que as universidades estão preparando uma série de protocolos a serem seguidos. “Sabemos que o grupo de risco deve ficar em casa e precisamos evitar aglomerações. Então estamos preparando protocolos, limitando número de alunos, realizando rodízios entre os estudantes, protocolos na entrada, na saída, entre outros”, disse Claudio.

 

Samuca explicou que as medidas de flexibilização acontecem através de monitoramento de eixos, como aumento de casos e a capacidade de atendimento. “Nossa cidade se preparou, tomou medidas de restrição rapidamente e estamos conseguindo controlar o vírus. Mas estamos ampliando a capacidade de atendimento, com aumento no número de leitos de média e alta complexidade. Mas, lembrando sempre, ficar em casa é fundamental nesse combate”, completou.

 

Por SecomVR