Cerimônia contou com a presença do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel e do secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes

 

O Prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, recebeu na manhã desta segunda-feira, dia 03, o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, para juntos inaugurarem o primeiro colégio do Corpo de Bombeiros Militar de Volta Redonda. A cerimônia que aconteceu no Ciep 403 – Maria de Lurdes Giovanetti, no bairro açude II, contou com a presença do Secretário Estadual de Educação Pedro Fernandes, deputados e prefeitos das cidades vizinhas, além de toda equipe de secretariado da prefeitura.

 

O colégio Militar é um estabelecimento público estadual de ensino médio regular com o curso de duração de três anos. A formação é integral e possui sua grade de acordo com a base nacional curricular e disciplina de núcleo específico. A escola foi criada através do decreto 46592/19.

 

A base nacional curricular é formada pelas disciplinas de matemática, física, química, biologia, educação física, geografia, história, língua português, língua estrangeira, filosofia e sociologia. O núcleo específico é formado pela disciplina de ordem unida, prática esportiva, símbolos nacionais, hinos e canções, história dos bombeiros, civismo, prevenções acidentes, noções de primeiro socorros, noções de defesa civil e saneamento de meio ambiente, dentre outros.

 

Essa é a segunda vez que o prefeito Samuca Silva recebe o governado no município para inaugurações importantes e que trazem benefícios diretos para a população. “Essa escola militar já está funcionando mesmo antes da inauguração e eu quero parabenizar todas as autoridades e ao governador pelas ajudas para o município. Assim como o estado, Volta Redonda sofre uma crise financeira e como é bonito ver as equipes empenhadas em abrir novos caminhos. Essa escola estava prestes a fechar e conseguimos trabalhar para que ela se remodelasse. Somos a cidade que mais gerou emprego, mais investiu em saúde das três cidades do sudeste e estamos mostrando que através de uma gestão é possível fazer algo diferente”, afirmou o prefeito Samuca.

Para o ano letivo de 2019 foram disponibilizadas 60 vagas que envolve um trabalho coordenado entre as secretarias do estado de defesa civil e a Secretaria do Estado de Educação com parcerias da prefeitura municipal de Volta Redonda. Os estudantes possuem entre 13 e 16 anos.

 

O bairro Açude já ganhou investimentos no fornecimento de água, fiscalização no transporte público, reforma da UBSF, programa “Asfalto de Volta”, entre outros, agora ganha a escola militar.

 

O Coronel Gilser, Subcomandante Geral disse que a inauguração desse primeiro colégio militar em Volta Redonda é um marco. “Essa será mais uma missão para nossa corporação. Uma missão que se reveste numa peculiaridade e numa missão singular, estamos trabalhando com o objetivo de criar uma ambiência para os verdadeiros heróis que são os profissionais de educação e que nem sempre tem condições de exercer o seu melhor e estamos aqui para isso. Agradecemos ainda a confiança que os pais entregaram seus filhos para que possamos ajudá-los a trilharem os caminhos de um futuro promissor”, enfatizou o Coronel.

 

“Esse é o primeiro dos muitos frutos bons que teremos no estado do Rio de Janeiro. É importante ver um projeto virando realidade e poder ter a honra de trabalhar e idealizar com o corpo de bombeiro para poder idealizar um projeto tão bacana como esse. Eu tenho certeza que a secretaria de educação vai conseguir mostrar para toda a população os avanços importantes dessa gestão com melhorias significativas”, afirmou o secretário Estadual, Pedro Fernandes.

 

O pequeno Juan Felipe Borsatto, de 12 anos foi cumprimentado pelo governador assim que ele chegou à cerimônia e contou que tem vontade de fazer parte da escola. “O meu irmão estuda aqui e eu no ano que vem já terei idade para participar e me inscrever na escola. Estou acompanhando com o meu irmão a experiência e tenho gostado muito”, contou.

 

O Governador Wilson Witzel parabenizou os alunos presentes e disse que essa é uma caminhada longa na formação de qualquer um. “Nós vamos passar a todos vocês valores morais de disciplina. Os alunos estarão sendo formado a salvarem vítimas, aprender sobre fraternidade, aprender que na sociedade nada se conquista sem o suor, o estudo e o trabalho. Na nossa escola não haverá pichação, desrespeito ao professor. Haverá dedicação e um futuro melhor. O que diferencia o estudo que vocês irão aprender aqui é a vocação que está no coração de cada um. Boa sorte”, desejou o governador que logo após a inauguração recebeu o comando das duas turmas.

 

Por Renan Ferreira com fotos de Gabriel Borges - Secom/VR