Domingo de sol, mesmo com forte calor, levou crianças, jovens e adultos para a prática de exercícios físicos e jogos

 

A Rua de Lazer Especial na Radial Leste, neste domingo, 30, que incentivou a prática de esportes radicais, xadrez, jogos intelectivos, o slackline onde é testado o equilíbrio das pessoas numa corda elástica,  levou dezenas de pessoas na parte da manhã, das 9h às 11h30, no bairro Aero Clube, onde as pistas foram fechadas para o projeto Ruas de Lazer, que funciona aos domingos, das 8h às 18h.  

 

Muitos ciclistas, tantos os que já sabem andar de bicicletas, e aquelas pessoas de idades diferentes que desejavam aprender, de crianças a adultos, foram aproveitar o espaço público reservado a atividades físicas e ao lazer das famílias. Quem se arriscou para aprender a andar com o grupo Bike Anjo, foi muito bem atendido. O grupo disponibilizou instrutores voluntários para ensinar. Jovens com patins também aproveitaram toda a extensão das pistas na Radial  Leste.

A secretária municipal de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares,  comentou o interesse do público na ocupação da Rua de Lazer com as opções de esporte: “A equipe do departamento de lazer vem planejando ações  especiais, buscando a pluralidade de atividades de educação física, fazendo a junção de esportes radicais e intelectivos. É mais uma possibilidade de experimentação para os frequentadores da Rua de Lazer”, comentou.

 

O prefeito Samuca Silva falou do resultado: “ O espaço das Ruas de Lazer está ganhando o público, que vem se conscientizando que a prática dos esportes somente faz bem a saúde. O local está reservado para as famílias se encontrar e melhorar as condições físicas, seja pedalando, caminhando, correndo ou participando dos jogos. O resultado será sempre melhor qualidade de vida”, comparou. 

 

A diretora de Lazer e Fomento em exercícios físicos da Secretaria de Esporte e Lazer, Evelini Reis, citou que a ideia é justamente buscar melhor uso do espaço reservado a atividades físicas: “O incentivo é para que as pessoas ocupem melhor este espaço público para o esporte e o lazer, trazendo os seus equipamentos, os patins, bicicletas, a corda do slackline, jogos, e uma garrafinha de água para se hidratar. E isto foi alcançado com essa grande presença, neste belo domingo”, disse.

Ela destacou também a presença dos alunos dos 16 núcleos esportivos que participam do projeto CEM, Crescem Em Movimento. A secretaria reforçou a equipe com 10 professores de Educação Física ajudando as crianças e jovens, contando com a colaboração de 5 estagiários do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda) neste trabalho de assistência.  Um dos estagiários, José Guilherme, 22 anos, justificou a sua participação na Ruas de Lazer.

 

Eu gosto muito desse tempo real, de contribuir com as brincadeiras, afastando um pouco as crianças desse mundo de tecnologia. Aqui elas estão brincando com os jogos, se divertindo e aprendendo coisas novas”.  Outro parceiro da prefeitura, Vicente Sacramento, da Bike Anjo, disse que até o momento já conseguiu ensinar há cerca de 600 pessoas a andar de bicicleta no espaço da Rua de Lazer. Ele e toda a equipe de  instrutores voluntários do grupo.  

 

Os instrutores orientavam as pessoas  a equilibrar, a vencer o medo de não cair da bicicleta. No segundo momento, era o aprendizado de como pedalar e guiar a bicicleta. O trabalho é feito também para a inclusão de pessoas cegas, com deficiência visual ou com alguma situação de mobilidade comprometida. Nesses casos, usa a bicicleta ODKV( O de cá vê), com duas pessoas. Uma é normal, tem visão perfeita, a outra simulava um deficiente visual com uma faixa tapando os olhos. Mas ambas pedalam o veículo.  

 

Talita dos Santos Samego, moradora do Recanto Feliz de Barra do Pirai, levou o filho Iuri Gomes, 7 anos, para pedalar. “Este espaço criado pela prefeitura para o lazer é muito bom. Eu trouxe o meu filho porque lá na minha cidade não tem isto”, explicou.

 A professora aposentada, Rinalva Dias, 55 anos, foi com o marido para aprender andar de bicicleta:” Eu tenho três filhos, todos criados e maiores. Eu não tinha tempo antes, agora que eu tenho, estou investindo em aprender a andar. Este era o meu sonho desde criança”, afirmou ela. Nem o primeiro tombo que tomou a desanimou. Levantou e montou novamente.

 

As jovens  Tereza Cristina de Assis, 12,  e a amiga Ana Luiz Leite Alves, 13, saíram de Três Poços para patinar na Rua de Lazer do Aero Clube: “Esse espaço é muito legal e sempre que conseguirmos, viremos. É seguro, não tem carros atrapalhando e muita gente, onde uma incentiva a outra”, alegou Tereza Cristina.  O chefe de escoteiro, do Grupo 22, Escoteiros de São Judas Tadeu, Christian Máximo, feliz em participar da parceria com a prefeitura no projeto.

 

O lema do escotismo é aprender e multiplicar os conhecimentos. Eu trouxe um grupo que vai aprender como ensinar e vai trabalhar voluntariamente, como monitores, ensinando as outras pessoas que não sabem andar de bicicleta na Rua de Lazer. O espaço é uma via larga, segura, excelente para as crianças se divertirem”, enfatizou. 

 

 Por Afonso Gonçalves, fotos de Geraldo Gonçalves, SecomVR