Neste domingo, dia 09, cerca de cem estudantes disputaram partidas de handebol na Arena Multiuso da Ilha São João

 

Volta Redonda vai sediar etapas dos Jogos Estudantis 2019 do Estado do Rio de Janeiro durante os meses de junho e julho. O primeiro evento reuniu equipes de handebol neste domingo, dia 09, na Arena Multiuso da Ilha São João. Cerca de cem estudantes, divididos em duas categorias – de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos – masculino e feminino, disputaram as partidas.

 

O coordenador técnico dos jogos, ligado à secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe de Brito Santos, elogiou a infraestrutura do ginásio em Volta Redonda e agradeceu ao prefeito Samuca Silva pela parceria na realização dos jogos estaduais.

 

“Estaremos juntos em mais uma etapa regional, desta vez da modalidade vôlei, no final de junho. E, em julho, faremos aqui os jogos das quartas de final de futsal, vôlei, handebol e basquete”, contou.

 

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, disse acreditar na inclusão social por meio do esporte. “Investir no esporte é um grande passo para diminuir a violência”, disse, acrescentando que esta deve ser a primeira de muitas parcerias do município com a secretaria estadual para fomentar ainda mais o esporte entre os jovens.

 

A secretária de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, destacou que o evento é uma importante parceria conquistada entre a Smel e o governo do estado. “Durante reunião, com o prefeito Samuca e o secretário estadual da pasta, Felipe Bornier, alinhamos parcerias entre a cidade e o Estado. A oportunidade vai trazer inovação para os nossos Jogos Estudantis (JEVRE) e dar oportunidade aos nossos atletas de aparecer no cenário estadual”, disse.

 

Representando Volta Redonda, estavam equipes dos colégios Getúlio Vargas, da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda) e o particular Nossa Senhora do Rosário. Magali Antônia Bitencourt é uma das treinadoras da equipe do Getúlio. “Acredito na força do esporte na transformação de jovens em adultos melhores”, falou.

 

Do lado do Rosário estava o treinador Sérgio Freitas que divide a mesmo opinião com a colega. “O esporte ajuda a formar cidadãos”.

 

E foi essa postura e o trabalho com os alunos/atletas que deu aos dois o Troféu Fair Play, criado pela Smel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer) na última edição dos Jogos Estudantis de Volta Redonda.

 

Por Renata Borges com fotos de Gabriel Borges - Secom/VR