Edital de licitação foi enviado ao TCE antes de ser publicado

 

Como mais um exemplo de uma gestão eficiente e o respeito aos recursos públicos, a Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Educação, contratou uma nova empresa para fornecimento de merenda escolar para os mais de 40 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. O contrato foi assinado pela secretária de Educação, Rita de Cássia.

 

O novo contrato, que gerou uma economia de 25% aos cofres da prefeitura de Volta Redonda, manterá os padrões e terá melhoria na qualidade da merenda  fornecida aos estudantes das 104 escolas da rede municipal de ensino. A empresa vencedora foi a Especialy Terceirização Eireli, com sede em São Paulo.

 

O valor inicial da licitação, que ocorreu na modalidade pregão eletrônico, teve a participação de 11 empresas e teve valor de mercado avaliado em R$ 22.016.836,45. O novo contrato foi assinado em  R$ 16.553.355,91, gerando uma economia da ordem de 25%. 

 

O prefeito Samuca Silva destacou que a licitação foi feita através de Pregão Eletrônico, o que permite que empresas de todo o Brasil participe do certame. "Ainda é bom destacar que, antes de publicar o edição de licitação, nós enviamos ao Tribunal de Contas do Estado para análise. Fazemos isso com total transparência e efetivamente respeito ao dinheiro publico. Em um momento de crise, com grande endividamento, com muita gestão conseguimos economizar recursos e investir mais na cidade", disse Samuca.

 

O prefeito ainda solicitou a Secretaria de Educação que interceda junto a nova empresa para que de preferência na contratação das atuais merendeiras no novo contrato. O objetivo é manter a empregabilidade de quem realiza um bom trabalho nas unidades escolares.

 

A secretária de Educação, Rita de Cássia, ressaltou que a mudança será feita no período de férias escolares para garantir a qualidade do serviço prestado. "A nova empresa assume em 15 de julho, vamos manter assim a qualidade no período de transição e qualquer adaptação necessária no período de férias escolares. Além da economia do dinheiro publico, garantiremos a qualidade na merenda escolar para os mais de 40 mil alunos de nossa rede", completou Rita. 

SecomVR