As atividades foram realizadas pela Secretaria de Ação Comunitária e de Cultura

 

No dia 08 de março é celebrado o Dia Internacional da Mulher e para lembrar esta data muito importante, a Prefeitura de Volta Redonda promoveu algumas atividades para elas. A Secretaria de Ação Comunitária em parceria com a primeira escola de gastronomia e confeitaria de volta redonda promoveu uma aula social onde as beneficiadas são as mulheres assistidas pelo CRAS.

 

O objetivo foi de firmar o compromisso com a responsabilidade social e capacitar as mulheres que acreditam que a confeitaria pode transformar vidas. O tema da aula foi de Biscoitos Amanteigados “Faça e Venda”, onde as mulheres aprenderam a fazer embalar e calcular custos e preços de vendas, fazendo com que já consiga executar e vender logo após a aula.

 

A chef de cozinha e confeiteira Vanessa Carvalhal, disse que escolheu fazer o biscoito por ser um produto rápido, prático e tem uma vendabilidade alta. “Elas irão conseguir produzir com facilidade, sem muita técnica e obter um lucro. A independência da mulher é fundamental, no setor financeiro, afetivo e familiar. Poder contribuir para isso de alguma forma para mim é uma grande alegria”, disse Vanessa.

 

Já para a aluna Natania Barroso, moradora do Voldac, essa é a primeira vez que ela participa de uma oficina gastronômica e disse que está adorando essa experiência. “É importante saber que conseguimos produzir nossa própria renda. Além de adquirir conhecimentos que levaremos para nossa vida”, afirmou.

 

Além disso, a equipe do CRAS Siderlândia realizou a Oficina de Família, promovendo uma roda de conversa sobre o dia da Mulher para o grupo de convivência da 3° Idade e usuários do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF).

Durante o debate foi abordado assuntos como igualdade de gênero, violência doméstica, feminismo, feminicídio, conquistas, história da luta e mercado de trabalho. Instigando assim, a reflexão e conscientização sobre os valores e o poder das mulheres. “Iniciamos a oficina falando sobre a história do dia 8 de Março e seu percurso até o momento atual e encerramos nosso evento com um café da manhã”, contou a Viviane Aredes, coordenadora do Cras da Siderlândia.

 

O secretário da Smac, Marcus Vinicius Convençal,frisou que essa data é marcada para lembrar a luta das mulheres, pelos seus direitos sociais e trabalhistas. “Apesar disto, muitas mulheres ainda sofrem diversas formas de violência e é fundamental a participação delas em rodas de conversa para reflexão e sensibilização com temáticas cujo objetivo é a transformação da sociedade, buscando a integralidade dos direitos humanos com vista ao empoderamento feminino”, reforçou, acrescentando que esses projetos sociais têm a intenção de futuramente beneficiar mais pessoas desses municípios.

 

Agentes da Pastoral de Acolhimento à Mulher da diocese de Barra do Piraí, em parceria com a OAB Mulher de Volta Redonda e Secretaria Municipal de Cultura, fizeram uma homenagem a todas as mulheres que passaram embaixo da biblioteca municipal, na Vila Santa Cecília. Na programação estavam músicas, poesias e conscientização sobre o protagonismo feminino.

 

“Faremos mais duas rodas de conversa nos dias 14 e 21 com temáticas da "Mulheres na História de VR" onde ainda iremos fechar as participações”, destacou a Secretária de Cultura, Aline Ribeiro.

 

O Prefeito Samuca Silva, disse que é sempre importante promover ações pelo fim da violência contra a mulher e auxiliar no empoderamento delas. “Nossas ações visam promover atividades em parcerias com as secretarias valorizando as mulheres e celebrando a data com ações específicas para elas. Temos diversos projetos que visa amparar a mulher e oferecer novas qualidades de vida”, finalizou Samuca.

 

Por Renan Ferreira com fotos de Gabriel Borges - Secom/Vr