Reunião do Comitê para a População em Situação de Rua debate ações 

No encontro foram debatidos temas do Departamento de Proteção Social Especial da Smac

 

Nesta terça-feira, dia 27, aconteceu no auditório da Secretaria de Ação Comunitária (SMAC) uma reunião do Comitê Municipal Intersetorial de Políticas para a População em Situação de Rua (CMIPPSR). No encontro foram debatidos temas e ações de proteção desenvolvidas pelo Departamento de Proteção Social Especial.

 

O secretário de Ação Comunitária, Marcus Vinicius Convençal, que também participou da reunião destacou que a SMAC vem realizando a abordagem sistematicamente da população em situação de rua. “A SMAC vem promovendo ações sistemáticas identificando e realizando o mapeamento da população em situação de rua. Estamos tendo o apoio da equipe do Consultório na Rua que está colaborando com a assistência médica dessa população. O que estamos orientando nas nossas abordagens é que embora eles tenham o direito de permanecer na rua eles tem o dever de manter os espaços públicos limpos e em condições de uso para a população”, enfatizou.

 

Segundo a representante do grupo Agir (Associação grupo Irmã Regina), Regina Di Stasio, o comitê é muito importante para discutir com todos as ações que são realizadas pelas instituições de forma individual. "Na reunião sempre conseguimos discutir ações para a promoção dessa população que está em situação de rua. Cada grupo realiza um tipo de ação individual, alguns pontos específicos precisam ser trabalhados de forma mais sistemática. Falamos também da necessidade de ter um lugar para atender essas pessoas que não se encaixam no perfil, que ainda tem muito preconceito e estigma da sociedade", disse.

 

Além da reunião foi apresentado também o Grupo de Trabalho Permanente criado através do decreto n° 15.243 de Julho de 2018. Que tem como objetivo discutir estratégias e propostas de atendimento e elaboração de um Plano Municipal para População em Situação de Rua em Volta Redonda. O grupo de trabalho é composto por diversos órgãos municipais.

 

Por Maria Clara Sales com foto Gabriel Borges – SecomVR