Município conta com uma rede de atendimento à população de rua durante toda semana

 

Mesmo durante a pandemia, a Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), continua a realizar atendimentos e intensificou a abordagem social realizada com a população em situação de rua e vulnerabilidade, inclusive no período da noite. Na quarta-feira, dia 17, a ação realizada pelo Serviço Especializado em Abordagem Social da Smac atuou principalmente nos bairros Vila Santa Cecília, Retiro e na Amaral Peixoto. Na abordagem noturna, a ação conta com a presença da equipe do Consultório na Rua, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

 

O serviço especializado em Abordagem Social, que também realiza ações durante o dia, beneficia mensalmente 60 pessoas, entre idosos, adultos, crianças e adolescentes. Ele é ofertado de forma continuada e programada, com a finalidade de assegurar o trabalho social de abordagem e busca ativa, que identifique na cidade a incidência de situações de risco pessoal e social, por violação de direitos, como trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, situação de rua, uso abusivo de crack e outras drogas, dentre outras.

 

Após a identificação dessas situações, mediante aproximação, escuta qualificada e construção de vínculo com os usuários, o Serviço articula com a rede de serviços socioassistenciais, e demais políticas públicas, os encaminhamentos necessários dessas pessoas.  O serviço funciona toda segunda e terça-feira das 13h às 17h; quarta-feira das 15h às 21h; quinta e sexta-feira das 8h às 14h e sábado domingo em regime de plantão.

 

O prefeito Samuca Silva destaca que as equipes atuam de forma contínua em todo o município. “Entre as atividades essenciais para o enfrentamento da Covid-19, a Assistência Social e o atendimento à população em estado de vulnerabilidade são indispensáveis. Porém, precisamos deixar claro que nosso papel é atender, conhecer as realidades e realizar os encaminhamentos necessários, levando em consideração o desejo da pessoa atendida e respeitando sua vontade”, disse o prefeito.

 

Outros serviços

Volta Redonda também oferece o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, o Centro POP, que fica no bairro Aterrado e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O Centro Pop proporciona serviços de higiene pessoal, alimentação, retirada de documentos, contato familiar e atendimento psicossocial, e atende uma média de 40 pessoas por dia.

 

O município conta ainda com o Abrigo Municipal Seu Nadim, no bairro Nossa Senhora das Graças. Um espaço de acolhimento provisório para adultos munícipes em situação de rua, encaminhados pelo Centro Pop, para de resgatar os vínculos familiares, sociais e comunitários, assegurando a autonomia dos usuários. Hoje, o espaço atende 13 pessoas em acolhimento, seguindo as orientações sobre o distanciamento das camas no quarto. O abrigo funciona 24h, todos os dias.

 

Abrigo

Com a pandemia de Covid-19, a prefeitura de Volta Redonda criou um abrigo para a proteção da população em situação de rua, localizado na Arena Esportiva, no bairro Niterói, e com capacidade para atender até 40 pessoas. A estrutura conta com um espaço de isolamento para aqueles que apresentem sintoma suspeito de Covid-19 e, caso aconteça o agravamento do quadro, sem melhora com o uso de medicação, são encaminhadas para unidades de referência.

 

Durante o dia todo, até as 20h, a equipe do Consultório na Rua, composta por enfermeiros, psicólogo, técnico de enfermagem, assistente social, além da equipe da Saúde Mental, auxilia os abrigados. Após esse horário, eles ficam com um cuidador em saúde e um guarda municipal.

 

Por Secom VR