Objetivo é fomentar a cultura nos doze municípios e influir na captação de recursos do Fundo Estadual de Cultura

 

O auditório da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), em Volta Redonda, na Vila Santa Cecília, recebeu representantes de doze municípios para a realização do Fórum Regional de Políticas Culturais do Médio Paraíba. A reunião foi presidida pela secretária de Cultura, Aline Ribeiro, e contou com a participação dos integrantes do Fundo Cultural das cidades de Volta Redonda, Resende, Barra Mansa, Piraí, Barra do Pirai, Rio das Flores, Itatiaia, Rio Claro, Porto Real, Pinheiral, Quatis e Valença. 

 

O gerente de Políticas Culturais de Volta Redonda, Kaíque Maia, explicou que o Fundo tem como objetivo desenvolver a cultura em cada município e fortalecer a representatividade do órgão regional junto ao Governo Estadual. O Fundo Regional é composto por 24 membros, sendo 12 da sociedade civil de cada município e 12 representantes dos órgãos públicos gestores de política cultural.  

 

“Queremos reunir os gestores culturais, todas as secretarias de Cultura da região, membros da sociedade civil e produtores de cultura, para fomentar as atividades no setor, para que cada município tenha o seu plano de cultura. Temos que pensar o calendário para o ano inteiro e ver o que de concreto poderemos realizar”, enfatizou Kaíque.

 

Ele acrescentou que é importante o Fórum Regional ganhar força e liderança para influir na política cultural do Estado e buscar recursos do Fundo Estadual de Cultura, em repasses de verba para os municípios. “O recurso captado não virá para o município, mas para o Fundo que é gerido por um Conselho Municipal de Cultura. Conquistando este recurso, cada município pode lançar o seu próprio edital e apoiar financeiramente os projetos culturais, ganhando maior autonomia”, comparou.

 

Durante o debate do Fórum Regional de Políticas Culturais, foi acordada a realização de um trabalho em conjunto, para que cada cidade tenha a sua secretaria de Cultura, o Fundo Cultural e o Conselho de Cultura para buscar os recursos do Fundo Estadual junto a Secretaria Estadual de Cultura, promovendo uma maior aproximação dos municípios do interior com o Estado. 

 

A atriz e representante da Sociedade Civil de Barra Mansa, Viviane de Oliveira Saar, comentou o encontro. “Acredito que a principal força deste Fórum é a reunião, conseguir agregar pessoas que tem um interesse comum, que buscam as mesmas metas, que é o desenvolvimento cultural da região. Isto não pode ficar somente a cargo das secretarias de culturas ou de gestores públicos. Exclusivamente, o Fórum é o espaço do debate, do diálogo entre os dois setores que são codependentes - sociedade e poder público - para alcançar as metas em políticas públicas para o setor cultural”, definiu Viviane.  

 

Em seu Regimento Interno, como planejamento estratégico, o Fórum pretende auxiliar os municípios a implementar o seu Fundo Cultural, o Sistema Municipal e o Conselho de Cultura, visando influir na política cultural do Estado, se aproximando da Secretaria Estadual de Cultura e do Governo Federal.  

 

Por Afonso Gonçalves, Secom