Exposição de livros infantis, exposição de autores regionais, troca livros, curta sobre as obras e personagens de Monteiro Lobato, visitas monitoradas e alunos foram atividades na Semana Nacional do Livro

 

A Secretaria de Cultura de Volta Redonda, realizou uma programação especial a partir do Dia Mundial do Livro, 23 de abril, até esta sexta-feira, (26) com várias atividades comemorativas alusivas à Semana Nacional do Livro, desde exposições de livros, de autores regionais, autores que tiveram suas obras lançadas no município, visitas monitoradas dos alunos das escolas municipais e particulares, exibição de curtas das obras de Monteiro Lobato, troca de livros. A programação do evento se encerra nesta sexta-feira à noite, na sede da Biblioteca Municipal Raul de Leoni,  com o lançamento às 18 horas,  do livro ‘Um Convite Feliz’, da autora Paula Oliveira, para crianças autistas. 

 

Haverá a participação da Apadem (Associação de Pais de Autistas e Deficientes Mentais) e da professora Vera Caminha, que desenvolveu um projeto para autistas pela Universidade Federal Fluminense (UFF Aterrado).  Durante a semana uma ampla programação ocorreu nos dias 24, 25 e 26 na Biblioteca Municipal, com homenagem ao aniversário do escritor Monteiro Lobato,  exibição de curta (Cine Monteiro Lobato) das suas obras, história do Sítio de Pica Pau Amarelo, contação de história e desenhos baseados nos personagens do seus livros. 

 

A secretaria de Cultura, Aline Ribeiro, disse que foram atividades de fomento e incentivo a leitura, que ocuparam o vasto espaço da Biblioteca: “Na semana, foram desenvolvidas atividades voltadas fundamentalmente para a criação de novos leitores, ampliação do conhecimento e do aprendizado com base na literatura e nas mais variadas fontes de informação, intensificando principalmente nas crianças e jovens o processo de autodescoberta e a conquista de bens culturais".

 

O prefeito Samuca Silva, comentou a importância do Dia Nacional e a Semana Nacional do Livro na cidade. “Temos um acervo que vem sendo renovado, com mais de 20 mil livros de grandes autores nacional e internacional para consultas e empréstimos. O espaço é próprio para o lançamento de livros e estudos, com uso gratuito pela população, com total acessibilidade. Um espaço nobre para o incentivo a leitura e fomento a cultura”, frisou. Basta comparecer e fazer um cadastro, que o leitor residente no município pode levar até três livros no mês para a leitura em casa.

 

A biblioteca recebeu um bom público e despertou o interesse de diretores de escolas para a prorrogação das comemorações, disse o bibliotecário Bruno Alves de Andrade, da Secretaria de Cultura. “Muito produtivo a Semana Nacional do Livro,  porque recebemos alunos das escolas de manhã e a tarde. A procura foi maior que a nossa expectativa. Diretores dos colégios têm nos ligado pedindo a prorrogação dos eventos, para que possam trazer mais alunos e conhecer o espaço. Pretendemos no segundo semestre fazer um seminário com ou autores locais e regionais”, informou Bruno Alves.

Funcionário há mais de 25 anos da Biblioteca Municipal e também professor, Salim Ferreira, 66 anos, confirmou a grande procura dos estudantes na Semana Nacional do Livro. “Professores que ainda não conheciam o espaço, ficaram surpreendidos com a variedade de eventos, teatro, música, contação de histórias, exposição de livros infantis e de autores regionais, o troca livros, o curta com os personagens de Monteiro Lobato e gostaram muito do ambiente de cultura que participaram. Mais de 80 crianças vieram nesses dias”, destacou.

 

Entre os presentes na Biblioteca, Maria do Carmo Parreira, 76 anos, foi com a neta, Sara Maria de Souza Oliveira, 14 anos, fazer a troca de livros. “É muito bom frequentar este espaço, porque eu e a minha neta devoramos livros. Em vez de ficar com livros parados em casa, viemos buscar novos autores”, disse. Os estudantes universitários Linicker Dias Lemos, 20, Samuel Morais, 25, também elogiaram a programação.  A psicóloga Sabrina Almeida, 27, tem opinião semelhante: “A gente passa o dia inteiro na Biblioteca, nas folgas, sem se preocupar. Virei com certeza nos próximos  eventos da secretaria de Cultura”, concluiu.

 

Afonso Gonçalves, fotos de Geraldo Gonçalves, SecomVR