Volta Redonda realiza Escola Tem Cultura no bairro Retiro

Serão contempladas 10 escolas neste ano com apresentações culturais, oficinas e palestras; projeto alcançou mais de 4 mil alunos em 2018

 

A Escola Municipal Tocantins, no bairro Retiro, recebeu a Escola Tem Cultura – projeto realizado pela secretaria de Cultura de Volta Redonda (SMC) em parceria com a secretaria de Educação (SME) e a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda). O tema foi Educação Patrimonial - História de Volta Redonda.

 

Na manhã desta quarta-feira, dia 24, alunos do 6º ao 9º Ano da unidade escolar assistiram a apresentações de dança e graffiti na hora do intervalo, além de oficinas dentro de sala de aula.

 

“Eu adorei. Muito legal a sensação, todo mundo dançando rap, todo mundo feliz, acho que poderia ter todo dia isso. Sou apaixonada por essas atividades culturais”, contou a jovem Mikaella dos Santos Oliveira, de 12 anos, aluna do 8º Ano do Ensino Fundamental.

 

Também muito animado com as apresentações, o estudante Eduardo Farias, 13 anos, do 8º Ano, elogiou o projeto. “Curti muito, porque me identifico com essas coisas de cultura. Eu fazia aula de violão e gosto muito de rap. Quando eu vi falando sobre rap, sobre os MCs que eu conheço, me identifiquei muito. É bom porque acaba diversificando, são coisas novas e trazem mais conhecimento”, afirmou Eduardo, que também gostou da apresentação de graffiti e se mostrou disposto a aprender a arte.

 

A escola terá ainda nestas quinta e sexta-feira, dias 25 e 26, apresentações de música e teatro para os dois turnos. Através do Escola Tem Cultura, os estudantes têm a oportunidade de assistir e participar de apresentações culturais de dança, música, teatro, artes visuais, literatura, arte circense, que são realizadas durante o intervalo das aulas, além de oficinas que unem educação e cultura dentro de sala de aula.

 

De acordo com a secretária municipal de Cultura, Aline Ribeiro, em 2018, foram 4.450 alunos alcançados, 25 Artistas locais participantes em cinco escolas municipais contempladas.

 

“O Escola Tem Cultura surge como um mecanismo de difusão da arte produzida em Volta Redonda dentro das escolas do município, através de apresentações artísticas de linguagens variadas. Ocupamos a escola durante uma semana inteira com cultura”, explicou Aline.

 

Neste ano, o projeto será realizado nas 10 escolas municipais que atendem do 6º ao 9º ano. Cada escola receberá uma ocupação cultural de uma semana com oficina em sala de aula e apresentações culturais no recreio.

 

Para o prefeito Samuca Silva, cada vez mais os estudantes estão abraçando a ideia, que é um sucesso.

 

“O projeto leva cultura para o espaço do conhecimento que é a escola. Faz com que os jovens tenham outras visões e saiam da rotina. Valoriza nossos estudantes e desperta o interesse pela cultura dentro das unidades de ensino. É uma oportunidade para que nossos jovens cresçam e ajudem a melhorar Volta Redonda”, ressaltou Samuca Silva.

 

Por Raphael Martiniano, com fotos de Gabriel Borges