Obra da E. M. Dr. Jiulio Caruso será entregue neste sábado

Cerimônia de reinauguração está marcada para 9h; evento também terá mostra pedagógica com trabalhos dos alunos

 

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria de Educação de Volta Redonda, entrega no próximo sábado, dia 27, às 9h, as obras de reforma da Escola Municipal Doutor Jiulio Caruso, na Rua 230, nº 90, no Conforto. A unidade recebeu pintura geral, interna e externa; reparo no telhado para retirada de infiltrações; reforma nos banheiros; iluminação na quadra poliesportiva, no pátio e no estacionamento; e ainda foram instalados mastros para as bandeiras. A obra foi executada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura.

 

De acordo com o diretor Geral da escola, Virgílio Lisboa do Val, a unidade tem quase 750 estudantes divididos entre o 6º e o 9º ano do ensino fundamental e o EJA (Educação de Jovens e Adultos). “A escola funciona em três turnos e a reforma geral era uma reivindicação antiga. A iluminação da quadra de esportes, por exemplo, era muito esperada pelos alunos”, falou.

 

A secretária de Educação de Volta Redonda, Rita Andrade, enfatizou que todas as melhorias são para adequar as unidades do município e atender as necessidades de toda comunidade escolar: alunos, familiares e professores. “Em muitas unidades a estrutura é antiga sem acessibilidade até nos banheiros, por isso estão previstas obras de reforma em mais de quinze escolas. A entrega dessas unidades garante mais conforto para alunos e profissionais da educação”, disse.   

 

O prefeito Samuca Silva lembrou que Volta Redonda prevê investimento total de R$ 5 milhões em educação para preparar creches, escolas e unidades especializadas para o ano letivo de 2019. “A reforma da Escola Jiulio Caruso é apenas uma parte deste total que visa melhorar, não apenas a educação, mas a vida das famílias que confiam nas escolas para deixar seus filhos com segurança”, disse o prefeito Samuca Silva. 

 

MOSTRA – Durante o evento de reinauguração da escola, toda comunidade escolar vai conhecer parte dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos durante o ano. Uma exposição pedagógica será montada em vinte estandes, cada um com três professores orientadores que acompanharam a execução dos trabalhos através de pesquisas.

 

“Cada estande possui ainda um ‘diário de bordo’ onde foram registrados todos os passos do desenvolvimento do trabalho apresentado. Este diário de bordo estará disponível para os visitantes entenderem todo o desenvolvimento do trabalho”, explicou o diretor Geral da escola, Virgílio Lisboa do Val.

 

Por Renata Borges, com fotos de Geraldo Gonçalves – Secom/VR