Ao todo, 92 equipes diretivas tomaram posse para assumir as unidades educacionais

 

A Prefeitura de Volta Redonda realizou nesta quarta-feira, dia 29, no auditório da Secretaria de Educação (SME), a posse dos 92 novos diretores gerais e adjuntos das unidades escolares de Volta Redonda. A cerimônia oficializou o resultado das eleições de diretores, promovidas pela SME e pela Fundação Educacional de Volta Redonda (FEVRE), e realizada em novembro de 2019, atendendo as diretrizes do Plano Nacional de Educação e recomendação do Ministério Público. Os empossados assumem a função pelo período de 2020 a 2024, atendendo a lei do referendo popular através da eleição, onde os candidatos também são submetidos a uma avaliação de mérito e desempenho.

 

O prefeito Samuca Silva parabenizou todos os diretores pela nova fase e declarou a importância da valorização do profissional da educação. “Desejo a todos uma ótima jornada nesses próximos quatro anos e aproveito para reiterar os avanços que estamos realizando na educação, como a internet fibra que está chegando a todas as unidades, novas impressoras, a economia na merenda escolar sem baixar a qualidade oferecida aos nossos alunos, as vagas em tempo integral que foram triplicadas, a compra dos kits e uniformes, além do maior concurso público da história da cidade, entre tantas outras melhorias”, enumerou.

 

Além desses investimentos, o prefeito anunciou uma novidade para valorização do profissional e, em especial, para os diretores gerais. “Eu autorizei neste recesso o pagamento do GAP (Gratificação de Atividades Pedagógicas) aos diretores gerais, atendendo uma reivindicação antiga. Os diretores adjuntos já recebem essa gratificação. Os impactos já foram estudados e vamos garantir esse pagamento a partir de fevereiro”, declarou Samuca Silva.

 

Para Elenice de Souza, empossada como diretora geral no Centro Municipal Integrado de Educação Carlos Sarkis, as expectativas são grandes para os próximos quatro anos. “Eu já era diretora adjunta e quando ficamos sabendo que teríamos uma avaliação ficamos com receio. Mas percebemos que era a melhor forma de ser justo esse processo. Minhas expectativas são as melhores para os próximos anos”, disse. Já Carla Pinho, que assume como diretora adjunta na mesma unidade, pontuou que o convite para participar da avaliação foi devido ao trabalho que já realizava na unidade escolar. “Essas novidades anunciadas pelo prefeito nos dá mais esperança e valoriza o trabalho do diretor que, antes, não tinha essa remuneração e trabalhava em dobro”, falou.

 

A secretária de Educação, Rita Andrade, destacou o fato de, pela primeira vez, o governo estar dando posse ao diretor adjunto. “Durante o primeiro ano de mandato o prefeito criou esse cargo tão importante, que era inexistente até então, apesar da sua importância na escola. Atendendo a esse novo critério, foi realizada essa avaliação e 95% dos profissionais classificados estão aqui por competência técnica, além do referendo da eleição. Vale destacar que vamos iniciar em março deste ano o funcionamento do Centro Especializado de Educação Especial. São muitos os desafios deste ano para a educação de Volta Redonda e desejo a todos boa sorte a todos, reafirmando todo o apoio da SME”, declarou.

 

Por Secom VR com fotos Evandro Freitas e Felipe Carvalho