450 cantores e 80 músicos das escolas públicas municipais que fazem parte do Programa Cidade da Música participaram do evento

 

A Banda de Concerto e o Coro Infantojuvenil do programa Cidade da Música, regidos pelos maestros José Sérgio Tôrres e Sarah Higino, emocionaram o público no sábado, dia 21, no palco do Cine 9 de Abril. Participaram do evento 450 cantores e 80 músicos. O evento encerrou a programação natalina de Volta Redonda, que recebeu o nome de ”Natal de Amor”. Durante o concerto, o público pôde ouvir cânticos natalinos e músicas do estilo erudito e popular. 

 

O prefeito Samuca Silva comentou a importância da apresentação e do Projeto Volta Redonda Cidade da Música. “O Cidade da Música, além de projetar o nosso município dentro e fora do país, dá oportunidade às crianças da rede municipal de ensino de mostrarem o seu talento. Muitos deles acabam seguindo a carreira musical por causa do ensino de qualidade que eles recebem. A apresentação de hoje, como nos outros anos, sempre emociona muito. É um espetáculo muito bonito, feito para a população, que traduz o verdadeiro sentido do Natal que é a amizade e o amor repartido pela família e por todos que estão ao nosso lado”, disse o prefeito.

 

Atualmente, cerca de 4.600 crianças das escolas públicas municipais participam do projeto musical, que abre caminho para o conhecimento de música de qualidade, além de possibilitar a formação de futuros músicos. 

 

A programação contou  com as composições de Mendelssohn (Hebrides.Fingals Cave),  Villani Cortes (Cantatinha de Natal), John Rutter (Cântico dos Anjos), John Francis Wade (Adeste Fidelis), entre outros. A Banda de Concerto e Coro Infantojuvenil também executaram músicas e coletâneas de Natal. 

 

Deise Duarte Caldas, moradora do bairro Retiro, foi prestigiar o filho, que faz aulas de pífano e contrabaixo no projeto Cidade da Música. “Tem dois anos que ele está no projeto e a gente pode ver como ele evoluiu. Está mais disciplinado, melhorou o aprendizado na escola e está mais focado. Quanto a apresentação no 9 de Abril, é sempre muito emocionante. A gente fica se preparando o ano todo para esse momento”, disse a mãe emocionada.

 

Raquel Silva, do Padre Josimo, era só emoção. Ela foi assistir a apresentação do filho Artur, de 11 anos. “Ele faz parte do coro e toca pífano também nessa apresentação. Há quatro anos, ele começou a fazer as aulas e, desde então, acompanho todas as apresentações. É muito emocionante. Não dá para medir o quanto é gratificante ver o filho da gente se apresentando em um momento tão especial e bonito”, disse Raquel.

 

A secretária municipal de Educação, Rita Andrade, destacou a importância do projeto para a Educação do município. “O Projeto Cidade da Música é um grande feito para nossas crianças, auxilia na concentração e disciplina, além de envolver nossos alunos no maravilhoso mundo da música. Essa apresentação no Cine 9 de abril, proporciona a população conhecer e se maravilhar com o potencial dos meninos e meninas das Escolas da Rede Pública de Volta Redonda”, disse a secretária.

 

O presidente da Fevre, professor Waldyr Bedê, destacou que o concerto já tradicional na cidade e que a apresentação é muito emocionante. “O Concerto de Natal compõe os festejos do final de ano do município. É a culminância do processo de aprendizagem do Projeto Volta Redonda Cidade da Música, na qual a emoção toma conta de todos durante a apresentação”, disse Bedê.

 

Programação 

Os concertos natalinos começaram no início de dezembro, com apresentações em igrejas da cidade como Nossa Senhora da Conceição (Conforto), Igreja Nossa Senhora de Lourdes, (249), e na Igreja São Sebastião (Retiro), na Catedral das Assembleias de Deus (Laranjal), na Igreja Sagrada Família (Jardim Primavera), Igreja São Paulo Apóstolo (Siderópolis). Os espetáculos contaram com a participação da Orquestra de Cordas, Orquestra de Violinos, Banda de Concerto e do Coro Infanto Juvenil do projeto. 

 

CIDADE DA MÚSICA – O projeto está implantado em 24 escolas da rede municipal de Ensino, incluindo unidades da Secretaria Municipal de Educação (SME) e Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda). Hoje, cerca de 4 mil alunos estudam música em Volta Redonda. 

 

O objetivo é o desenvolvimento sensorial da criança, trabalhando a coordenação motora, audição, visão, fonação, tato, atenção, memória e raciocínio e, usando a música como veículo, os músicos são trabalhados para desenvolver disciplina, assiduidade, pontualidade, bom desempenho musical, bom desempenho escolar, bom relacionamento em grupo, persistência e responsabilidade.

 

O trabalho resultou na criação dos seguintes grupos: Banda Mini, Banda de Metais e Banda de Concerto; Orquestra de Violinos, Orquestra de Violoncelos e Contrabaixos e Orquestra de Cordas; além do Coro Infanto juvenil e Coro Misto. 

 

Por Fátima Santos com fotos de Geraldo Gonçalves - SecomVR