Evento realizado no auditório da SME teve como objetivo a troca de experiências entre docentes da rede pública

 

Cerca de 70 profissionais de quatro escolas da rede pública de Volta Redonda participaram na manhã desta sexta-feira, dia 20, do Seminário de Educação Integral no auditório da Secretaria Municipal de Educação (SME), no bairro Niterói. Professores, diretores, orientadores educacionais, supervisores assistiram a uma palestra sobre educação integral e se reuniram para trocar experiências da sala de aula. Estavam presentes profissionais das escolas municipais Mato Grosso, Amazonas, Pernambuco e Maria Carraro.

 

“É um momento para eles conversarem sobre as vivências, trocarem informações, refletirem sobre melhorias para o dia a dia deles e dos alunos. Uma oportunidade de melhorarmos ainda mais a educação integral que tem sido muito valorizada pelo prefeito Samuca”, ressaltou a secretária municipal de Educação, Rita Andrade.

 

O encontro começou com uma palestra que contou com a participação de profissionais da SME e da professora Claudia Maria Domingos, chefe de Divisão de Planejamento e Controle da secretaria de Educação de Piraí, e que compartilhou da experiência vivida em educação integral na rede de Piraí.

 

Em seguida, foi a vez de os profissionais se reunirem em grupos para conversar e trocar experiências. Dentre os professores estava Ellen Braga, professora de Jogos Matemáticos na Escola Municipal Amazonas, onde está há 7 anos.

 

“Na Amazonas a educação integral começou em 2015. Melhorou muito nos últimos anos. Hoje temos um quadro completo de professores, atividades extras para todos os alunos. As crianças se adaptaram, conseguem ter um horário de repouso. Acredito que esse seminário possa nos auxiliar, que venha contribuir para levarmos melhorias para as crianças”, contou Ellen Braga.

 

A professora de 1º Ano do Ensino Fundamental da escola Mato Grosso, Luciana Miranda, iniciou na unidade no primeiro ano de implementação da educação integral na escola. “Peguei todo o processo de adaptação e temos muitos desafios. Hoje é um dia excelente, pois estamos vendo outras experiências e trocando, comparando realidades”.

 

Ellen Rodrigues, que trabalha na escola Maria Carraro e também leciona para alunos do 1º Ano, elogiou o investimento em educação integral em Volta Redonda. “É um lugar onde as crianças estão realmente interessadas em participar das oficinas, do conteúdo curricular. Espero que essa troca de experiência melhore ainda mais a educação integral”.

 

Além das quatro unidades de 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental, Volta Redonda conta com 51 turmas de tempo integral em 18 creches, além do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria Hygino, no Vila Rica, que é a primeira creche totalmente em tempo integral do município. O prefeito Samuca Silva afirmou que a cidade continuará investindo nesse modelo de educação.

 

“Em breve, Volta Redonda ganhará a segunda creche em tempo integral que está sendo construída na Avenida Sávio Gama, no Retiro. É um investimento de R$ 1,4 milhão e as mães poderão matricular seus filhos já a partir do ano que vem. Vamos beneficiar mais de 100 famílias. A educação integral é importante para ocupar nossas crianças e formar bons cidadãos”, explicou Samuca.

 

Por Raphael Martiniano, com fotos de Geraldo Gonçalves. / Secom VR