Seminário, no auditório da Secretaria de Educação, reuniu cerca de 150 professores, coordenadores de escolas e futuros formandos do EJA

 

A Secretaria de Educação de Volta Redonda realizou nesta quarta-feira, dia 15, o V Fórum da Educação de Jovens e Adultos (EJA), com o tema ‘Habilidades Socioemocionais e o Impacto Cotidiano do EJA’, e a participação de coordenadores de escolas, professores e futuros formandos que estão abraçando a carreira do magistério e vão atuar no EJA.  Participaram ainda representantes dos municípios de Pinheiral, Resende, Piraí, Barra do Pirai e Porto Real.

 

Rita Andrade, secretária municipal de Educação, falou da importância da realização do Fórum na capacitação dos professores do EJA do município. “A SME possui 13 escolas municipais que atendem cerca de 1.400 jovens e adultos nesta modalidade de ensino. No Fórum estamos auxiliando na qualificação de nossos profissionais para oportunizar uma melhor educação aos nossos alunos, visando a conclusão do Fundamental, para que estejam preparados para o mercado de trabalho”, disse Rita.

 

O EJA é uma modalidade de ensino destinado a jovens e adultos que não deram continuidade normal aos seus estudos e para aqueles que não tiveram acesso ao Ensino Fundamental ou Médio na idade apropriada. Ele abre oportunidades aos alunos de frequentarem uma escola e retomarem os ensinos para concluir o ensino médio.

 

As palestras sobre o tema foram feitas pelos professores convidados, Priscila Pires Alves (Doutora em psicologia social e pesquisadora da UFF-Universidade Federal Fluminense), Jefferson José Ferreira Junior (mestrado em Matemática da UFF), a pedagoga Iná Jana Souza de Aquino (mestre em educação da Rural RJ), e Josimeire Fernandes (diretora do Centro de Recursos Integrado de Atendimento ao Adolescente, advogada, pós graduada em Docência do Ensino Superior).

 

O público fez perguntas aos convidados da mesa, que tiveram até 10 minutos para as respostas. As palestras abordaram projetos, habilidades emocionais, currículos e inteligência emocional. Dois vídeos sobre o tema central foram exibidos ao público.

 

O subsecretário de Educação, Leandro Flores, afirmou que “todos saíram do evento com uma melhor formação, com conhecimentos que serão aplicados nas salas de aulas pelos professores em benefícios dos alunos, repassando conceitos de humanização, inteligência emocional, valores muito reconhecidos pelas empresas no mercado de trabalho”.

 

O prefeito Samuca Silva, disse que a capacitação garante melhor qualidade ao ensino público. “Os professores aprendem a lidar com a inteligência emocional dos alunos, buscar e identificar talentos e preparar esses jovens e adultos para o mercado, com um ensino de qualidade e que valoriza a humanização”, afirmou o prefeito.

 

A professora dos anos iniciais, Jaqueline dos Reis, comentou. “O Fórum ajudou muito a clarear os pensamentos, mostrando o que pode ser trabalhado, orientando a gente a construir junto com os alunos, a se abrir mais nas salas através desta capacitação”, comparou.

 

Por Afonso Gonçalves, fotos de Gabriel Borges, SecomVR